Suspeitos são presos por participação em assassinato por ‘acerto de contas’ - Correio Sudoeste - De fato, o melhor Jornal | Guaxupé Mg

Guaxupé, 01 de abril de 2020


Publicidades

Suspeitos são presos por participação em assassinato por ‘acerto de contas’

Publicado terça, 26 de novembro de 2019





O sangue frio na execução de Leandro Antônio da Silva, 34 anos, desocupado, morador na zona rural de São Pedro da União (Serradinho), deixou a população estarrecida. O crime aconteceu na tarde de segunda-feira.

Segundo informações, Leandro e a esposa P.F.L, 21 anos, mais duas filhas do casal, foram convidados, na manhã de segunda-feira, para um almoço na casa de um outro casal, na zona rural de São Pedro da União. 

Chegando na residência, por volta das 12h20, o casal percebeu que se tratava de uma emboscada e foram rendidos por E., 21 anos, morador na Vila Progresso em Guaxupé, e F., 23 anos, morador no bairro Bela Vista, também em Guaxupé.

E. e F. disseram que haviam sido informados que o casal sabia onde estava uma grande quantidade de droga que tinha sido furtado deles. E começaram a torturar o casal até às 15h.

E. foi até Guaxupé e voltou em um Uno branco, colocando o casal e as crianças dentro do carro, seguindo o veículo em uma moto CBX prata, ano 2005.

Todos foram para uma estrada de terra sentido Guaranésia e pararam em um sítio já na zona rural de Guaxupé, onde pegaram duas armas com mais dois cúmplices.

Nesse momento o carro parou e o casal desceu, quando F. apontou a arma na cabeça de Leandro, pediu que a esposa olhasse para o marido que foi executado à sangue frio.

A mulher foi colocada novamente dentro do Uno e próximo da cachoeira Santa Maria, zona rural que dá acesso a Juruaia, os meliantes pediram que ela descesse pois também seria executada e pediram que despedisse das filhas, uma com 3 anos e a outra menor de um ano. Foi quando ela teve oportunidade de fugir e pulou na frente de um Fiat Strada que passava pelo local.

Os bandidos começaram a atirar contra o carro, que deu ré e derrubou a moto. A mulher então pulou da carroceria da Strada e entrou em um matagal. O motorista do veículo conseguiu fugir e pedir socorro.

As crianças foram soltas no bairro Colmeia, próximo a Rodoviária.

Durante o rastreamento policial foram encontrados E. e F. que portavam um revolver.

Na casa do sitio em Guaxupé estavam J. P., 23 anos, e F., 26 anos, ambos desocupados e moradores do bairro Bela Vista, que forneceram as armas para a execução de Leandro.

Na casa do casal Leandro e P. foi encontrado uma espingarda, calibre .22.

Seis suspeitos foram presos e mais dois envolvidos continuam sendo procurados pela equipe das polícias civil e militar. Para não atrapalhar as investigações, os nomes não foram divulgados.




Mais Polícia


 Publicidades

Correio Sudoeste - Todos os Direitos Reservados - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo sem autorização prévia

Desenvolvido por Paulo Cesar