Governador veta notificação com aviso de recebimento - Correio Sudoeste - De fato, o melhor Jornal | Guaxupé Mg

Guaxupé, 21 de novembro de 2019


Publicidades

Governador veta notificação com aviso de recebimento

Publicado sexta, 20 de setembro de 2019





Proposta tratava de multas expedidas pelo Detran, que só valeriam depois da assinatura do infrator.

A Proposição de Lei 24.364/19, que pretendia alterar a forma de notificação por correios de infração de trânsito, foi totalmente vetada pelo governador Romeu Zema. O veto foi publicado no Diário Oficial de Minas Gerais desta sexta-feira (20/9/19) e foi justificado por “contrariedade ao interesse público”.

A matéria tramitou na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) como Projeto de Lei (PL) 1.579/2015 e é de autoria do deputado João Leite (PSDB). O texto determina que a notificação ao infrator será enviada pelo Detran, obrigatoriamente, por meio de aviso de recebimento, no qual deverão constar a identificação e o endereço do remetente. Além disso, a notificação só será efetivada após o destinatário assinar o aviso de recebimento, devidamente datado.

O governador, entretanto, afirmou, na mensagem que acompanha seu veto, que estudos fornecidos pela Polícia Civil informam que a obrigatoriedade de notificação de infração de trânsito por remessa postal – com aviso de recebimento – geraria uma despesa anual de quase R$ 8,5 milhões.

Além disso, argumentou o governador, a exigência de assinatura do infrator pode ser frustrada por diversas razões. Nesse caso, a notificação resultaria, em princípio, inócua, ou, eventualmente, causaria prejuízos à regularidade do processo administrativo sancionatório. Assim, ele vetou totalmente a matéria e, agora, o veto deve ser analisado em Plenário.




Mais Política


 Publicidades

Correio Sudoeste - Todos os Direitos Reservados - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo sem autorização prévia

Desenvolvido por Paulo Cesar