Ação rápida da PM impede furto de produtos em supermercado - Correio Sudoeste - De fato, o melhor Jornal | Guaxupé Mg

Guaxupé, 20 de setembro de 2019


Publicidades

Ação rápida da PM impede furto de produtos em supermercado

Publicado, quinta, 29 de agosto de 2019





Duas mulheres foram presas em flagrante na tarde dessa quinta-feira, dia 29, depois de uma tentativa frustrada de furtar produtos de higiene e alimentação, além de fuga. A ação rápida da polícia militar impediu a conclusão do crime.

Segundo informações do funcionário do Tonin Atacado, que fica na rua Martimiano Prado, através de câmeras de monitoramento interno foi observado que V.R.A., 32 anos, diarista, estava retirando mercadorias das prateleiras e colocando em uma cestinha. Mas toda vez que passava de um corredor ao outro, parava e colocava os produtos em sua bolsa. Ela estava sendo acompanhada por F.A.P., 32 anos, desocupada.

A equipe de segurança ao constatar a ação das mulheres solicitou que elas se dirigissem até uma sala. Foi quando F.A.P. disse que a bolsa não era de sua propriedade e V.R.A. colocou a bolsa que carregava dentro de um carro, trancando e entregando as chaves para sua comparsa fugindo a pé em seguida.

A primeira acusada, F.A.P. esvaziou parte da bolsa da ‘amiga’, chamou ela pra pegar a bolsa e entrou no carro arrancando em alta velocidade para chegar até a saída.

O que a dupla não esperava é de que a Polícia Militar já estava a caminho e conseguiram impedir que o veículo Astra, bege, ano 2004, conseguisse sair do estabelecimento.

Com a chegada da viatura, F.A.P acatou o pedido de parada e avisou que a diarista fugia a pé sentido Praça da Saudade. A ela também foi dada ordem de parar sob pena de prisão por desobediência.  

Dentro da bolsa havia trinta e oito produtos do supermercado, entre eles desodorante, pó de café solúvel, produtos para cabelo, linguiça, chocolate solúvel, cremes, cera de veículo, garrafa térmica, toalhas umedecidas, leite solúvel, cotonete, nutella, chocolate, bombons, etc.

Questionadas sobre o pagamento dos produtos, elas disseram que haviam pago mas não apresentaram o cupom fiscal. A diarista V.R.A. disse que está desempregada e que faz uso de todos os produtos que estavam dentro do veículo e que só tinha pedido a amiga que a levasse de carona ao supermercado, sem saber de sua intenção. Sobre ter furtado os produtos e par, não soube explicar. A todo tempo a diarista tentava acobertar a amiga.

Elas foram presas sem uso de algemas e levadas para a Delegacia, junto dos produtos apreendidos. O veículo foi removido por ter sido usado como meio de fuga com produtos furtados.

 




Mais Polícia


 Publicidades

Correio Sudoeste - Todos os Direitos Reservados - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo sem autorização prévia

Desenvolvido por Paulo Cesar