Guaxupé: Atendimento para dengue é ampliado e novas ações são colocadas em prática - Correio Sudoeste - De fato, o melhor Jornal | Guaxupé Mg

Guaxupé, 22 de abril de 2024


Publicidades

Guaxupé: Atendimento para dengue é ampliado e novas ações são colocadas em prática

Publicado quinta, 28 de março de 2024





Visando desafogar o Pronto Socorro e as demais unidades de saúde que ficaram sobrecarregados com o aumento dos casos de dengue, na manhã desta terça-feira (26/03) foi colocada em prática uma parceria entre a Prefeitura e a Santa Casa para uma ampliação do pronto atendimento de casos de arboviroses.
A estrutura montada no pátio da Santa Casa anexo ao Pronto Socorro conta com um médico plantonista a mais, além da equipe de enfermagem e demais profissionais. Esse atendimento funcionará todos os dias das 7h às 19h.  Composto por uma tenda com 100m² com fechamento nas laterais, cerca de 30 cadeiras e poltronas para medicação e soroterapia, consultório médico e posto de enfermagem, o novo espaço conta com o apoio de outros setores como a Farmácia e Triagem (Manchester) do Pronto Socorro, além dos setores administrativos como Tecnologia da Informação, Manutenção, Higienização, etc.
“Essa estratégia foi pensada por conta do grande número de casos de dengue desde o começo deste ano. Com a grande crescente de positivos e com os pacientes muito debilitados, precisamos pensar em maneiras de manter os pacientes confortáveis e com acesso rápido ao serviço médico”, explicou Adilson Iório de Freitas, Secretário Municipal de Saúde.
A Unidade Sentinela para atender casos de dengue na unidade “Aviação” continuará com os atendimentos aos finais de semana e feriados das 8h às 16h30 e todas as Unidades Básicas de Saúde manterão os atendimentos de dengue de segunda a sexta no período da manhã.
Ainda assim a prevenção é a nossa melhor arma e os cuidados de prevenção a dengue devem ser priorizados. Nesse sentido, além das ações realizadas, a população deve fazer a sua parte:
- uso de telas nas janelas e repelentes em áreas de reconhecida transmissão;
- remoção de recipientes nos domicílios que possam se transformar em criadouros de mosquitos;
- vedação dos reservatórios e caixas de água;
- desobstrução de calhas, lajes e ralos, e todos os demais cuidados que todos nós já conhecemos.
Não se esqueça, a dengue é uma doença perigosa, podendo levar a morte.




Mais Cidade


Publicidades

Correio Sudoeste - Todos os Direitos Reservados - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo sem autorização prévia

Desenvolvido por Paulo Cesar