Pai morre após confronto com família em Guaxupé - Correio Sudoeste - De fato, o melhor Jornal | Guaxupé Mg

Guaxupé, 22 de abril de 2024


Publicidades

Pai morre após confronto com família em Guaxupé

Publicado quarta, 20 de março de 2024





Na madrugada de terça-feira, 19 de março, uma cena de violência doméstica acabou em tragédia no Jardim Agenor de Lima, em Guaxupé. Por volta das 4 horas da manhã, o Quartel da Polícia Militar foi procurado por um mulher de 38 anos, acompanhada de seus filhos de 16, 14 e 9 anos.

Segundo ela, seu ex-marido Arnaldo Leandro da Silva, de 44 anos, teria saído de casa por volta da 1 hora da manhã em seu veículo Fiat Siena Fire Flex, com destino desconhecido. Horas mais tarde, ele retornou a pé, visivelmente transtornado e ferido, clamando por ela do lado de fora de sua residência.

Ao abrir o portão para confrontá-lo, Arnaldo teria tentado estrangular a mulher, que conseguiu escapar para dentro da casa. Contudo, ele a perseguiu e a agrediu novamente. Diante da brutalidade do ataque, os filhos do casal intervieram para proteger a mãe.

Em um ato desesperado para deter o agressor, a filha de 16 anos pegou uma faca e desferiu vários golpes contra seu próprio pai, atingindo-o na cabeça. Arnaldo, então, direcionou sua fúria para ela, agarrando-a pelo pescoço e ameaçando matá-la. A mãe conseguiu libertar a filha, empurrando Arnaldo, e a família conseguiu fugir para pedir ajuda à Polícia.

A situação se agravou quando a polícia chegou à residência da família e encontrou Arnaldo no quintal, completamente desnudo, ensanguentado e proferindo ameaças de morte enquanto se debatia contra o portão.

Uma equipe de apoio da cidade vizinha de Guaranesia foi acionada, junto com os bombeiros militares, para conter Arnaldo, que acabou sofrendo uma parada cardiorrespiratória e vindo a óbito enquanto era encaminhado ao Hospital.

A causa da morte de Arnaldo ainda não foi determinada, pois o médico plantonista não conseguiu esclarecer se foi decorrente das lesões causadas pela faca ou de um possível acidente automobilístico. Enquanto isso, mãe e filhos foram atendidos no hospital, medicados e liberados após cuidados médicos.

A polícia também localizou o veículo de Arnaldo capotado na Rodovia MG 146, próximo ao radar, sentido São Pedro da União/Guaxupé, com sinais de avarias generalizadas. Dentro do veículo, foram encontrados pertences pessoais do falecido, incluindo documentos, dinheiro e um relógio. O carro foi removido para análise, confirmando que pertencia a Arnaldo.

Diante da gravidade dos acontecimentos, a perícia foi acionada tanto na residência da família quanto no local do acidente. Os menores envolvidos foram assistidos pelo Conselho Tutelar, enquanto a menor que usou a faca foi apreendida e encaminhada à Delegacia junto com os materiais apreendidos.

Este trágico episódio serve como um alerta para a urgência de enfrentamento à violência doméstica e para a importância do apoio às vítimas e suas famílias.




Mais Polícia


Publicidades

Correio Sudoeste - Todos os Direitos Reservados - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo sem autorização prévia

Desenvolvido por Paulo Cesar