Mulher fica dopada por três dias e é estuprada dentro de casa em Monte Belo - Correio Sudoeste - De fato, o melhor Jornal | Guaxupé Mg

Guaxupé, 22 de abril de 2024


Publicidades

Mulher fica dopada por três dias e é estuprada dentro de casa em Monte Belo

Publicado terça, 19 de março de 2024





Uma moradora de Monte Belo, de 24 anos, procurou a polícia afirmando ter sido violentada em sua própria casa. Segundo o depoimento da vítima, que mora sozinha, no dia 1º de março, após retornar do trabalho por volta das 17h, ela tomou banho e ingeriu sua medicação de uso contínuo antes de dormir.

Ao acordar na manhã seguinte por volta das 7h, a moça sentiu fortes dores pelo corpo e percebeu a presença de sua mãe em casa, mas estava confusa e dopada demais para entender o que acontecia. Sua mãe sugeriu que ela não fosse trabalhar naquele dia para descansar, presumindo que a vítima tivesse feito uso excessivo da medicação.

Ao levantar da cama, a vítima notou que o travesseiro, que usava entre as pernas, estava ensanguentado. Foi então que ao ir ao banheiro, para sua surpresa, descobriu diversos hematomas em seu corpo, incluindo um corte no seio direito, e ferimentos em seu órgão genita, levando-a a compreender que havia sido estuprada.

Somente no dia 4, quando estava menos dopada, a vítima buscou ajuda no pronto-socorro de Monte Belo e foi encaminhada ao Hospital Alzira Velano para exames e perícia, onde foi confirmado o estupro.

A vítima disse que, apesar de usar clonazepam continuamente, nunca se sentiu tão dopada como desta vez e não tem ideia do que possa ter ocorrido para permanecer nesse estado por três dias. Ela não tem suspeitas específicas sobre o agressor, mas desconfia de um homem que vive próximo da sua casa.

Ela disse ainda que a janela da cozinha de sua casa não fecha corretamente e fica aberta diariamente.




Mais Polícia


Publicidades

Correio Sudoeste - Todos os Direitos Reservados - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo sem autorização prévia

Desenvolvido por Paulo Cesar