Correio Sudoeste - Leilão do Detran atraiu grande número de arrematantes

Guaxupé, 13 de dezembro de 2019
 
Publicidades

Leilão do Detran atraiu grande número de arrematantes

Publicado quarta, 31 de julho de 2019





Fuscas foram os mais disputados

A Delegacia Regional de Polícia Civil de Guaxupé promoveu no último sábado, 27, no Clube dos Macacos, mais um leilão de veículos e motocicletas apreendidos no município de Guaxupé através do Detran.

Os trabalhos foram presididos pelo delegado de trânsito, Álvaro Lucas Martins, sendo a venda realizada pela leiloeira Eugênia Valkiria Assumpção.

Diferentemente dos leilões anteriores, naquela hasta pública não foi cobrado dos arrematantes a taxa da leiloeira.

Os veículos encontravam-se apreendidos nos pátios: do Auto Socorro Guedes de Guaxupé Ltda. e de Aguiar e Scarassati Serviços Ltda. (Papa Léguas).

Antes de iniciar o evento, o delegado Álvaro informou que os veículos considerados “sucatas” só poderiam ser arrematados por empresas credenciadas, que apenas quatro representantes destas empresas se encontram presentes; que estes veículos obrigatoriamente seriam destinados a desmanche e que em hipótese alguma poderiam voltar a circular; que os veículos considerados “conservados” poderiam ser arrematados por qualquer pessoa física ou jurídica; que os valores das arrematações deveriam ser pagos em três dias úteis, e que se o pagamento não fosse realizado neste prazo o arrematante seria penalizado com uma multa equivalente a 20% da arrematação e que o mesmo ficava impedido de participar de leilões futuros.

 No caso dos veículos considerados “conservados”, além do valor referente à arrematação o adquirente ainda teria que pagar o seguro obrigatório, DPVAT, a taxa de licenciamento e os custos normais de transferência de veículos.

Os veículos Volkswagen, modelo “Fusca” foram os mais disputados em lances acirrados, pois, atualmente, a restauração deste tipo de automóvel se tornou uma verdadeira “febre”.

O lance mínimo dos carros ficou entre R$ 50,00 a R$ 6 mil, sendo que a grande maioria da avaliação mínima variava entre R$ 200,00 e R$ 400,00.

Pátio do Papa Léguas

No pátio do Papa Léguas encontravam-se 122 veículos para serem leiloados, sendo que deste total 72 eram automóveis e 50 motocicletas. Dos 72 automóveis, apenas 25 foram considerados “conservados”, ou seja, poderiam voltar a circular; os outros 47, obrigatoriamente, deveriam ser destinados a desmanche.

Das 50 motocicletas, 28 poderiam voltar a circular e 22 foram destinadas a sucata, ou seja, não poderiam voltar a circular.

Pátio do Guedes

Dos 116 veículos que se encontravam apreendidos no pátio do Guedes, 52 eram veículos de quatro rodas e 64 motocicletas. Dos 52 automóveis, 20 estavam entre os que poderão voltar a trafegar e os outros 32 foram considerados sucatas, portanto destinados exclusivamente a desmanche.

Das 64 motocicletas, 26 foram consideradas sucatas e as 38 demais se enquadraram como “conservadas”, ou seja, poderão voltar a circular. (WF)

 




Mais Polícia


 Publicidades

Correio Sudoeste - Todos os Direitos Reservados - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo sem autorização prévia

Desenvolvido por Paulo Cesar