POLO DA LINGERIE DE JURUAIA SE TORNA UM CELEIRO DE OPORTUNIDADES DE TRABALHO NO RAMO DA MODA ÍNTIMA - Correio Sudoeste - De fato, o melhor Jornal | Guaxupé Mg

Guaxupé, 16 de julho de 2019


Publicidades

POLO DA LINGERIE DE JURUAIA SE TORNA UM CELEIRO DE OPORTUNIDADES DE TRABALHO NO RAMO DA MODA ÍNTIMA

Publicado, segunda, 29 de abril de 2019





A cidade mineira tem 200 confecções, que juntas, vendem aproximadamente 1,5 milhão de peças por mês e geram cerca de cinco mil empregos, ou seja, abrange quase 50% da população da cidade

Quem pensa que as oportunidades de trabalho estão concentradas apenas nas grandes capitais, se engana. O Brasil em seus mais de 8 milhões de km2 acolhe os mais variados tipos de negócios, ideias e iniciativas empreendedoras. O brasileiro é conhecido por sua criatividade e são inúmeras as histórias de empresários e empregados, que tiveram carreiras brilhantes, atuando em lugares que muitos poderiam considerar improvável.
 
Prova disso, é a cidade de Juruaia, no sudoeste de Minas Gerais, localizada a um pouco mais de 300km da capital paulista e cerca de 400km de Belo Horizonte. Um munícipio de 10 mil habitantes, que já há alguns anos detêm o importante status de um dos maiores fabricantes do país e é considerado a capital da lingerie.
 
A cidade tem 200 confecções, que juntas, vendem aproximadamente 1,5 milhão de peças por mês. Anualmente, são produzidas quase vinte milhões de unidades e o Produto Interno Bruto (PIB) cresce aproximadamente 30% ao ano. O polo da lingerie gera cerca de cinco mil empregos, ou seja, abrange quase 50% da população da cidade.
 
De acordo com a ACIJU - Associação Comercial e Industrial de Juruaia -, em decorrência da alta demanda, a produção ainda conta com a mão de obra das cidades vizinhas. Cerca de 500 trabalhadores de fora chegam diariamente para trabalhar nas indústrias locais. Algumas empresas foram além, devido à falta de funcionários, e estão investindo no treinando de homens para a confecção de moda íntima.
 
Atentos a esse mercado promissor, os profissionais da área da moda fazem grande sucesso por lá, principalmente na época da Felinju – Feira de Lingerie de Juruaia. Neste ano, o evento, que está em sua 22ª edição, acontecerá entre os dias 1 e 3 de maio, das 9h às 18h, e em 4 de maio, das 8h às 18h, no Expoju, em Juruaia (MG). Mais informações, acesse: www.felinjujuruaia.com.br.
 
Na feira há desfiles exclusivos e coletivos, que acontecem todos os dias. É a oportunidade dourada para que esses profissionais mostrem as criações para os mais de mais de 25 mil visitantes e se destaquem no mercado. Muitos são veteranos, outros estão estreando.

Com o tema "Moda que (se) sustenta' e a 'Moda que (te) sustenta", a Felinju é um verdadeiro evento de negócios. Enquanto promove o lançamento exclusivo das coleções Outono/Inverno das marcas de Juruaia, Andradas, Guaxupé, Uberaba, Muriaé, Betim, Nova Resende e Juiz de Fora, fortalece pequenas, médias e grandes empresas do segmento e estimula o crescimento da rede de contatos e atividades comerciais entre fornecedores, fabricantes, revendedores, compradores e muito mais.

O presidente da ACIJU, José Antonio da Silva, lembra que a feira gera oportunidades para os profissionais da moda, além de lojistas e revendedoras independentes, que desejam complementar a renda familiar.
 
“A moda produzida em Juruaia sustenta a economia na cidade e de toda a cadeia produtiva. Em 2018, a feira movimentou R$20 milhões em negócios e a expectativa é superar este número nesta edição. As empresas de Juruaia querem mostrar o potencial do negócio da lingerie como alternativa para driblar a crise”, explica o presidente da ACIJU.
 
A Felinju, que é realizada pela ACIJU, acontecerá no Centro de Eventos Expoju, que conta com uma área de 7.000m². O evento contará com um número superior de expositores em relação ao ano passado, quando 66 empresas participaram da feira.
 
Para se ter uma ideia da importância do evento, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, será o patrono do evento e estará presente na cerimônia de abertura no dia 1 de maio, às 11h. Já no dia 3 de maio, às 13h30, no Expoju, é a vez de Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza, participar da Felinju como embaixadora do evento.  




Mais Regional


 Publicidades

Correio Sudoeste - Todos os Direitos Reservados - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo sem autorização prévia

Desenvolvido por Paulo Cesar