Orquestra Innovare sai de São Bernardo e se apresenta ao lado de Zezé Di Camargo & Luciano, em Minas Gerais - Correio Sudoeste - De fato, o melhor Jornal | Guaxupé Mg

Guaxupé, 01 de julho de 2022


Publicidades

Orquestra Innovare sai de São Bernardo e se apresenta ao lado de Zezé Di Camargo & Luciano, em Minas Gerais

Publicado quinta, 26 de maio de 2022





Evento, gratuito, acontece no domingo (29), em Guaxupé, e encerra as apresentações do projeto Concertos Ihara

A Orquestra Contemporânea Innovare (OCI), que têm raízes em São Bernardo do Campo, está de volta, em grande estilo. Desta vez em uma apresentação gratuita, ao lado da renomada dupla sertaneja Zezé Di Camargo & Luciano, que acontece no domingo (29/05), às 17h, na Rodovia Jamil Nasser, em Guaxupé.

O show, que seguirá todos os protocolos de segurança sanitária, será o último do projeto Concertos Ihara, que tem como proposta levar para o interior do país o melhor da música nacional. Com a retomada segura de segmentos importantes, entre eles o cultural, a OCI acompanhou a dupla em outras três apresentações desde o início de maio, em Ibirubá (RS), Rio Verde (GO), Tangará da Serra (MT) e agora na cidade mineira. Em 2020, antes da pandemia, outras duas apresentações foram realizadas, em Bebedouro (SP) e Medianeira (PR).

“Tem sido uma experiência incrível para todos, especialmente para o grande público que tem ido prestigiar. É muito gratificante participarmos de um projeto relevante como esse e tocarmos ao lado de uma dupla tão importante para a música brasileira”, comenta o maestro Mathias, regente da OCI, acrescentando que os arranjos resultaram em uma mistura musical muito interessante.

A abertura do show será apenas com a OCI, com três músicas populares, que vão de Mozart – do repertório sinfônico – e passam por Luiz Gonzaga e Tim Maia. Dos dois últimos, um medley com canções marcantes dos artistas. Depois disso, tem início a apresentação ao lado da dupla sertaneja com repertório com cerca de 20 canções.

Novidades

O retorno das apresentações artísticas e culturais possibilitará também a volta do movimento cultural proposto pela OCI, que tem o objetivo de proporcionar algo novo, com excelência e qualidade, mas que ao mesmo tempo seja autêntico e ousado, diferente do tradicional, visando a aproximação com o público.

“A orquestra está mais forte, pois sobreviveu a esse período complicado da pandemia. Estamos bem otimistas e, em breve, teremos novidades relacionadas à consolidação de projetos na região e também de novas apresentações”, acrescenta o maestro Mathias. 

Umas das novidades é uma apresentação já com data marcada, em um dos espaços mais importantes quando o assunto é música erudita: a Sala São Paulo. Será no dia 18 de setembro em um concerto que promete ser magnífico.

Movimento Cultural

Idealizada pela iniciativa privada, a OCI está vinculada à Associação Artística Cultural Tocando a Vida de São Bernardo (mantenedora da orquestra) e corre em paralelo com a criação de um movimento cultural d’OCI, que pretende expandir e se tornar um polo de impacto na região.  O empresário Satoshi Fukuura, está à frente da estruturação e profissionalização da iniciativa, que também espera contar com apoio de empresas privadas, leis de incentivo e do setor público.




Mais Cidade


 Publicidades

Correio Sudoeste - Todos os Direitos Reservados - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo sem autorização prévia

Desenvolvido por Paulo Cesar