SOBRE MARIA - Correio Sudoeste - De fato, o melhor Jornal | Guaxupé Mg

Guaxupé, 29 de julho de 2021


Publicidades

SOBRE MARIA

Publicado sexta, 26 de fevereiro de 2021





"...me proclamarão bem-aventurada todas as gerações." (Lucas 1, 48).

Note que a frase é de Maria!
E está na Bíblia, no Evangelho de São Lucas!
A maioria dos protestantes passa por cima disso.
Não ouvimos na maioria das pregações protestantes, nem sequer uma sutil lembrança de que Jesus teve mãe, uma mãe que o educou, que o fez falar, que o fez caminhar... sem mencionar a mãe de Jesus, é como se Jesus tivesse vindo ao mundo tripulando uma nave espacial. Veio sabe-se lá de onde... E não teve mãe. Ou se teve mãe, é como se ela não tivesse a menor importância.
Absurdo. Total falta de respeito com a Mãe do Salvador!
Maria jamais se separou de seu Filho Jesus. Maria é parte crucial da história da salvação.

Ser cristão significa também ser mariano - invariavelmente e inevitavelmente.

Quem pretende ser cristão, mas não quer ser mariano, será sempre um cristão insuficiente, um cristão pela metade, fragmentado, confuso e até desesperado.

Disse o Anjo Gabriel a Maria:

"Alegra-te, cheia de graça! O Senhor está contigo." (Lucas 1, 28).

Note bem: O Anjo afirmou que O Senhor está com Maria!
A Igreja fundada por Jesus, em obediente coerência, também está com Maria. Sempre esteve e sempre estará. Evidente, e não poderia ser diferente!
Só a maioria dos protestantes é que não está com Maria.
Muitos protestantes querem amar Jesus, mas são inimigos da Igreja que Jesus fundou na Palestina há dois mil anos na fé e na pessoa de Pedro (Mateus16, 16-19 ; João 21, 15-17 ; Lucas 10, 16 ; 1 Timóteo 3 , 15), e também ignoram a Santa Mãe de Jesus.
Incoerência.

Apesar das incoerências, os protestantes seguem no caminho da busca. Buscam amar a Deus, buscam conhecer Jesus. De muitos modos são colaboradores no anúncio da Boa Nova, embora a anunciem com os equívocos aqui já mencionados. Mas essa busca deles não pode ser subestimada. Ao contrário, deve ser compreendida, respeitada e até valorizada.
Todos, de algum modo, estão buscando.
Eis a necessidade psicológica da criatura de ir ao encontro do seu Criador, do filho em busca do Pai, e o Pai acolhe com coração de Mãe.

>>>

O que dizer de José, esposo de Maria?
E o que dizer dos primeiros cristãos, dos mártires, da tradição apostólica, do ministério petrino, dos santos e das santas, dos doutores e das doutoras da Igreja, dos milagres, de toda essa herança espiritual de dois mil anos?
Está tudo documentado, datado, completo, confirmado, sem medo dos fatos, mostrando os erros cometidos pelos seres humanos, mas demonstrando acima de tudo a Verdade que sempre prevaleceu.
Quem fica na superfície da fé, quica feito pedra lançada sobre as águas. De tanto quicar, vai parar na margem. E lá permanece, úmida apenas pelos respingos.
Já quem recebeu a fé por simplicidade e a vive com santa obediência, crendo humildemente com sincera confiança, ou também para aqueles indivíduos dotados de ímpeto investigativo e gosto pelos estudos, e vão a fundo na história da Igreja, sem medo, ambos permanecem na profundidade da Verdade que foi Revelada à toda humanidade.

 Autor : Nicola Archangello 


COLUNISTA
Coluna de Fé: Jesus Cristo Salvador Autor: Nicola Archangello


Mais Artigos


 Publicidades

Correio Sudoeste - Todos os Direitos Reservados - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo sem autorização prévia

Desenvolvido por Paulo Cesar