IRMÃS CAEM EM GOLPE E FAZEM EMPRÉSTIMO DE MAIS DE R$ 300 MIL - Correio Sudoeste - De fato, o melhor Jornal | Guaxupé Mg

Guaxupé, 25 de fevereiro de 2021


Publicidades

IRMÃS CAEM EM GOLPE E FAZEM EMPRÉSTIMO DE MAIS DE R$ 300 MIL

Publicado segunda, 01 de fevereiro de 2021





Está sendo cada vez mais comum a aplicação de golpes por aplicativos e mesmo que os alertas da polícia sejam divulgados, as pessoas continuam a cair e a perder dinheiro com esse crime.

É bom lembrar que nenhuma instituição, seja ela bancária, telefônica, cartão de crédito e muitas outras, pede senhas e que para realizar empréstimo, não se paga taxa alguma.

Mas infelizmente  duas irmãs foram as mais recentes vítimas na região.

No sábado, dia 30, em São Tomás de Aquino, uma professora de 57 anos recebeu uma ligação onde do outro lado a pessoa se apresentou como segurança da Central do Banco do Brasil e perguntou se ela teria realizado algum empréstimo em sua conta. Como negou a transação, o rapaz então disse que ‘alguém’ poderia estar tentando fazer o empréstimo e que para evitar a retirada do dinheiro ela teria que ir até o Banco do Brasil para bloquear a operação.

Logo após a professora começou a receber ligações onde uma pessoa perguntava o motivo dela estar bloqueando sua conta bancária. Muito nervosa,  a irmã da vítima, passou a ajudá-la para resolver o problema e o suposto estelionatário persuadiu as duas para irem até uma agência do Banco do Brasil em Franca, para fazerem empréstimos consignados e evitarem o bloqueio da conta.

As duas então passaram a fazer vários empréstimos que totalizaram R$ 313 mil e depositaram em diversas contas.

Só depois de desconfiarem de terem sido enganadas é que entraram em contato via telefone com o banco, onde foram informadas a procurarem a polícia e não realizar mais nenhuma transação.

As contas que receberam os depósitos serão investigadas para tentar chegar até aos estelionatários.

GOLPE DO EMPRÉSTIMO

E infelizmente, no dia 29, uma moradora do Parque das Orquídeas procurou a Polícia Militar para registrar uma ocorrência de golpe.

Segundo ela, entrou em uma página de instituição bancária, via internet, para fazer um empréstimo de R$ 10.000,00. Em seguida, uma pessoa entrou em contato com ela via whatsApp se passando por funcionário do banco e informou que para liberar o dinheiro seria necessário pagar R$ 1.584,31 em taxas.

A vítima de 43 anos, fez o depósito e só depois se deu conta de que havia caído em um golpe.




Mais Polícia


 Publicidades

Correio Sudoeste - Todos os Direitos Reservados - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo sem autorização prévia

Desenvolvido por Paulo Cesar