VANTAGENS DO ISOLAMENTO: BAIXOS REGISTROS POLICIAIS NO FIM DE ANO - Correio Sudoeste - De fato, o melhor Jornal | Guaxupé Mg

Guaxupé, 15 de abril de 2021


Publicidades

VANTAGENS DO ISOLAMENTO: BAIXOS REGISTROS POLICIAIS NO FIM DE ANO

Publicado segunda, 04 de janeiro de 2021





Desde que a pandemia se alastrou na nossa região os números de registros de ocorrências policiais caíram expressivamente, principalmente em casos graves como homicídio, latrocínio, etc.

Nesse fim de ano, a tranquilidade dos meses anteriores foi seguida principalmente por não ter tido comemorações públicas com aglomerações de pessoas.

Alguns registros policiais foram realizados, mas sem grande destaque. Vejam alguns deles:

No dia 31 de dezembro, um rapaz de bicicleta escalou a parede lateral da Catedral e furtou uma câmara de monitoramento. Não há pistas do autor.

No sábado, dia 2, a Polícia Militar recebeu informação anônima de que uma pessoa havia descartado um saco plástico suspeito em um entulho na estrada rural que liga Guaxupé/Guaranésia. Os militares foram até o local e encontraram um saco com uma espingarda de fabricação caseira, calibre .22, e quatro cartuchos intactos. O material foi apreendido e entregue na Delegacia.

Ainda no sábado, por volta das 10h, a Polícia foi acionada no Jardim Nova Guaxupé, onde um empresário disse que ao passar pelo local viu um Gol marrom, placas de Juruaia, acoplado na traseira de uma carreta. O empresário bateu o olho e reconheceu a carreta que lhe pertencia e foi furtada em novembro.

Com a abordagem policial, o condutor do veículo, um pedreiro de 43 anos, morador em Juruaia, apresentou a documentação da carreta mas a mesma estava com o chassi raspado. Ele alegou que havia encontrado ela abandonada em um cafezal próximo ao município de Juruaia há uns dois meses e que estava usando para trabalhar até encontrar o dono. Ele foi preso e levado para a Delegacia para mais esclarecimentos, sendo a carreta removida.

No domingo, dia 3, mais de 80 metros de fios de energia elétrica foram furtadas do estádio municipal, provavelmente em período noturno, e ainda tentaram arrombar uma grade de um depósito onde estão armazenados diversos materiais da Prefeitura. Não há suspeitos do delito.

Já na noite do domingo, depois de denúncia anônima, Policiais Militares de Guaxupé foram até um sitio na zona rural onde informações afirmavam que o local estava servindo para armazenamento de drogas e armas.

Durante uma breve investigação no local, os policiais viram dois veículos transitando em baixa velocidade, sentido a rodovia BR-491. Os veículos abordados eram um Palio preto, placas de Campinas, dirigido por um funileiro residente na Vila Rica. Com ele estava um rapaz de 25 anos, morador no Sítio Morro Agudo. No outro carro, um Gol prata, placas de Monte Belo, estava sendo dirigido por um entregador de ferragens, 41 anos, morador na zona rural de Guaxupé.

Durante busca pessoal foi encontrado com o funileiro R$ 257,00 e dentro do carro estavam dois sacos com 60 tabletes de maconha.

O entregador de ferragens disse ter duas armas de fogo no sítio alegando ser para defesa pessoal. No local indicado a polícia encontrou escondidas na tulha, entre sacos de cimento, um revólver .32 e um .38, todos carregados. Ainda foram localizados cinco cartuchos intactos calibre .32 e mais sete cartuchos da .38.  Ele não possui registro de armas e as mesmas foram apreendidas.

Os envolvidos foram presos e entregues na Delegacia juntamente com as armas, munições, drogas e dinheiro.




Mais Polícia


 Publicidades

Correio Sudoeste - Todos os Direitos Reservados - Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo sem autorização prévia

Desenvolvido por Paulo Cesar