Guaxupé, sábado, 27 de maio de 2017
Você está em: Notícias / Justiça / Por amor à profissão, Milton Furquim pretende retornar antes do previsto
quinta-feira, 20 de abril de 2017

Por amor à profissão, Milton Furquim pretende retornar antes do previsto

O juiz da 1ª Vara Cível da Comarca local, Milton Furquim, pretende retornar às suas atividades normais antes mesmo do vencimento de sua licença para tratamento de saúde. As informações foram transmitidas à reportagem do jornal na manhã da última quinta-feira, 20, por telefone.
 
Milton Furquim se encontra afastado de suas funções desde 20 de janeiro último. Neste período passou por duas cirurgias, sendo que a última foi realizada no início deste mês. Segundo a prescrição médica, após a realização da segunda, ele deveria permanecer de repouso por 90 dias, ou seja, só retornando às suas atividades no início de julho próximo.
 
Está prevista uma consulta médica para 19 de maio próximo para acompanhamento da evolução pós-cirúrgica. Caso a avaliação aponte que o quadro esteja evoluindo dentro do previsto, ele pretende retornar às suas funções, descumprindo as recomendações médicas.
 
Ele diz que, se caso não tiver condições de deslocar até o Fórum vai despachar e ou sentenciar os processos em sua residência, “nem que for na cama”.
 
Neste período de afastamento ele vem mantendo contato diário com sua assessora, Flávia Chueiri, se inteirando de tudo o que vem ocorrendo na Vara de Justiça.
 
Em junho de 2013, quando assumiu como juiz titular da 1ª Vara Cível, Milton Furquim encontrou uma grande quantidade de processos atrasados, inclusive autos conclusos para despacho ou decisão há mais de cinco anos.
 
Em 2015 ele passou por problemas de saúde e também teve que ser submetido a uma cirurgia. Naquela época Milton descumpriu a recomendação médica, retornando às suas atividades antes do previsto. Naquele ano, apesar de sobrecarregado, atuou como juiz colaborador na Comarca de Guaranésia durante a licença maternidade da juíza titular daquela Comarca.
 
Ele fala que trabalha por amor à profissão e que o interesse dos jurisdicionados é a sua razão de viver.
 
Apesar de também estar sobrecarregado com seus afazeres normais na 2ª Vara Cível, o juiz João Batista Mendes Filho está colaborando na 1ª Vara Cível e no Juizado Especial Cível e Criminal, tendo em vista que o titular do Juizado Especial, José Eduardo Junqueira Gonçalves, encontra-se de férias.
 
Finalizando, Milton Furquim declarou: “não é justo que eu deixe o João Batista aguentando este rojão sozinho”. (WF)

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados