Guaxupé, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018
Você está em: Notícias / Eleição / Em Guaxupé, votação de Romeu Zema supera média do Estado
terça-feira, 30 de outubro de 2018

Em Guaxupé, votação de Romeu Zema supera média do Estado

Justiça investigará self de eleitor em urna
Romeu Zema, governador eleito de Minas Gerais no segundo turno das eleições realizadas no último domingo, 28, obteve em Guaxupé 78,80% da preferência dos eleitores, média superior a que ele obteve no Estado, 71,80%.
 
Romeu Zema (Partido Novo), empresário iniciante na política, disputou o segundo turno das eleições com o atual senador da República e ex-governador do Estado, Antônio Anastasia (PSDB). A nível estadual Romeu obteve 6.963.806 votos, enquanto que Anastasia conquistou apenas 2.734.535, ou seja, 28,20% da preferência dos eleitores mineiros.
 
Em Guaxupé, estavam aptos para votar 38.582 eleitores. Destes, 9.018 deixaram de comparecer nas urnas, ou seja, uma abstenção de 23,37%. Votaram 29.564 pessoas, destas, 4.271 (14,45%) anularam os respectivos votos; 1.372 votaram em branco (4,64%).
 
A somatória das abstenções com os votos brancos e nulos atingiu o percentual de 42,46%, o que caracteriza bem a insatisfação e o descrédito da população em relação ao cenário em que se encontra mergulhada grande parte dos políticos brasileiros.
 
Apesar de Anastasia ter contado com o apoio da atual administração municipal, a sua derrota ficou flagrante na totalidade das urnas, com uma expressiva vantagem de seu adversário.
 
Assim como no primeiro turno, atuou como magistrado eleitoral o juiz da 2ª Vara Cível e diretor do Foro, João Batista Mendes Filho, e como promotor eleitoral, Cláudio Luiz Gonçalves Marins, com o apoio dos oficiais de justiça Gláucia Abrão e José Benedito.
 
A comissão de apuração foi composta por seis integrantes: Celso Escudeiro, Geraldo Vasconcelos, Jair Smargiassi Júnior, Luzimar Rodrigues, Maria Aparecida Guidorizzi e Roberto Carlos Barbosa (Pratinha); enquanto que a computação dos votos ficou a cargo das servidoras do Cartório Eleitoral.
 
A apuração aconteceu no salão do Tribunal do Júri. A votação encerrou-se às 17h e as primeiras urnas que darem entrada no Fórum foram as da 34ª e 76ª seções, instaladas no Unifeg, foram entregues ás 17h15, enquanto que a última foi a da 83ª seção, localizada na Escola Dr. Carlos Souza Ribeiro, chegou às 17h45.
 
Tranquilidade do pleito
O comando da 79ª Cia. da Polícia Militar, disponibilizou todo o efetivo para garantir a segurança das eleições, com o policiamento ostensivo e preventivo nas ruas e nas proximidades dos locais de votação.
 
 Segundo o juiz João Batista e o promotor de justiça Cláudio Marins, durante o pleito não foi registrada nenhuma ocorrência em relação à propaganda eleitoral irregular.
 
O juiz da 1ª Vara Cível, Milton Furquim permaneceu de plantão desde as 18h de sexta-feira, 27, até na manhã da última segunda-feira, 29. Ele informou que durante o seu plantão também não se verificou nenhuma ocorrência grave ou prisão em flagrante.
 
Incidente
O único incidente foi registrado após o término da votação. Um eleitor realizou um self, foto dele próprio mostrando o seu voto, disponibilizando a mencionada imagem em redes sociais na internet, o que em tese poderá caracterizar crime eleitoral.
Diante do fato, o promotor eleitoral determinou que fosse impressa a mencionada imagem e também determinou que a Polícia Civil lavrasse um BO, Boletim de Ocorrência.
 
O BO foi encaminhado ao Cartório Eleitoral tendo o juiz João Batista determinado a autuação do procedimento para prosseguimento do feito.
 
Segundo Cláudio Marins, caso se confirme o crime de “violação do voto”, o autor poderá ser condenado com uma pena de até dois anos de reclusão, que poderá ser convertida em pagamento de cestas básicas ou prestação de serviços à comunidade.
 
Ele ainda ressaltou que os apenados nestas condições, caso pratiquem outra ação criminosa no período de cinco anos, deixam de ser considerados réus primários, ou seja, passam a contar um “agravante”. (WF)

Confira a Galeria de Fotos

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados