Guaxupé, domingo, 17 de dezembro de 2017
Você está em: Notícias / Eleição / Cartório Eleitoral procede auditoria nas urnas eletrônicas com a presença de representantes de partidos políticos
sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Cartório Eleitoral procede auditoria nas urnas eletrônicas com a presença de representantes de partidos políticos

Aconteceu no Fórum da Justiça Estadual local, na última terça-feira, 27, às 16 h, uma auditoria para conferência das urnas eletrônicas que deverão ser utilizadas para a realização das eleições, neste domingo, 2 de outubro, quando serão eleitos os vereadores, o prefeito e vice da próxima legislatura.

O evento foi presidido pelas funcionárias do Cartório Eleitoral Ana Flávia e Renata e por Carlos Reimar dos Santos. Também estiveram presentes os representantes de partidos políticos e coligações que vão disputar as eleições em Guaxupé e São Pedro da União, populares e membros da imprensa local.

Em Guaxupé serão utilizadas 106 urnas eletrônicas e em São Pedro da União, 12. Todas elas estão armazenadas em uma das salas do primeiro andar do Fórum com monitoramento através de câmeras de segurança, 24 horas por dia. No período noturno, policiais militares reforçam a vigilância dos equipamentos.

Para a realização do teste foram escolhidas aleatoriamente uma urna de Guaxupé e outra de São Pedro da União.

Para comprovar a “lisura” dos resultados apresentados pelos equipamentos, as servidoras da Justiça Eleitoral solicitaram que os presentes procedessem uma votação simulada.

Antes do início da votação as urnas apresentaram um boletim popularmente conhecido por “zerézima”, onde constavam zero votos para os candidatos a vereadores e a prefeito. Depois de recebidos os votos, foi emitido o chamado “boletim de urna”, onde foram conferidos os votos registrados.

Conforme explicou a escrivã eleitoral, Ana Flávia, o caderno com a relação dos eleitores de cada sessão foi impresso a algum tempo atrás, porém neste período ocorreram mortes de eleitores e alguns tiveram os direitos políticos suspensos em virtude de condenações criminais transitadas em julgado.

Como não há tempo suficiente para impressão de novos cadernos, estão sendo feitas, manualmente, as averbações referentes aos falecidos e aos que tiveram a suspensão dos direitos políticos.
 

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados