Guaxupé, quarta-feira, 22 de novembro de 2017
Você está em: Notícias / Educação / Congresso Científico do Unifeg discutiu temas diversos do Ordenamento jurídico
sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Congresso Científico do Unifeg discutiu temas diversos do Ordenamento jurídico

O Unifeg promoveu nos dias 31 de outubro e 1º de novembro, o 5º Congresso Científico com ênfase no papel da universidade na democratização do conhecimento e na constituição da cidadania.
 
Grupos de alunos e professores discorreram a respeito de temas diversos ligados ao Direito, dentre eles, a Humanização da Justiça, origem do Direito, a crise do Poder Judiciário, as atividades complementares extra classe, a conceituação da Família no contexto social, entre outros.  
 
O ciclo de palestras aconteceu no primeiro dia foi, coordenado pelas professoras Ana Claudia Pinto Correia e Elisabete Brockelmann e contou com o apoio de membros da Comissão Organizadora.
 
Humanização da Justiça
Um grupo de alunos discorreu a respeito da Humanização da Justiça, permitindo o acesso de pessoas carentes à prestação do serviço judiciário, garantindo-lhes os direitos prescritos no ordenamento jurídico. No entendimento dos palestrantes, a Justiça deve priorizar as conciliações, ou seja, os acordos, onde ambas as partes sedem, evitando vencedores e vencidos. Nem sempre uma decisão judicial põe fim em uma lide, sendo que as brigas e os confrontos continuam.
 
Origem do Direito
Outro tema debatido por um grupo de alunos foi a origem do Direito, sua evolução junto da sociedade, com o devido processo legal, a instituição do Habeas Corpus, permitindo que o acusado aguarde o julgamento em liberdade, a Declaração dos Direitos Humanos, os Direitos Fundamentais prescritos na Constituição Federal de 1988.
 
Professor Donizete
Conforme mencionou o Professor Donizete Delorenzo Ribeiro do Valle as atividades complementares extra classe são de fundamental importância para os alunos do curso de Direito, são atividades com visitas técnicas, onde os alunos têm a possibilidade de conhecer tribunais superiores, instâncias superiores do Ministério Público, tribunais de contas, entre outros, com a consequente melhoria da linguagem jurídica e do conhecimento em relação à estrutura judiciária do país.
 
Aluno Paulo Bruno
O último a se pronunciar naquele dia foi Paulo Bruno, aluno do 1º ano do curso de Direito. Ele reportou a respeito da origem da “família” e sua configuração ao longo do tempo, os primitivos clãs, as famílias vitorianas e patrimoniais, os patriarcados até chegar no sistema atual. Ele também apresentou a evolução do ordenamento jurídico ao longo do tempo envolvendo as garantias no processo sucessório, principalmente as conquistas do sexo feminino no Direito de Família e de Sucessão.
 
Mesa Redonda
No segundo dia de atividades foi realizada uma mesa redonda que contou com a presença da juíza titular da Vara Criminal, Cristiane Vieira Tavares Zampar, além de representantes de forças políticas e de instituições sociais. Naquela ocasião foram discutidos temas diversos ligados ás garantias fundamentais do cidadão.
(WF)  

Confira a Galeria de Fotos

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados