Guaxupé, domingo, 17 de junho de 2018
Você está em: Notícias / Cultura / Henry Vitor produz telas especiais para o aniversário de Guaxupé
segunda-feira, 22 de maio de 2017

Henry Vitor produz telas especiais para o aniversário de Guaxupé

São duas comemorações em 2017. O artista plástico guaxupeano Henry Vitor, radicado em São Paulo, participa dos eventos culturais do aniversário de 105 anos de Guaxupé. Ele também comemora os seus 50 anos de carreira artística. Ao mesmo tempo em que expõe em sua terra natal, Henry participa da 13ª Bienal Naif do Brasil e a Mostra Evidências, na capital paulista.

A exposição “Cantos do meu Canto” faz a abertura dos eventos culturais do mês de aniversário do município. A vernissage do dia 1º começa às 18h, no foyer do Teatro Municipal. Depois, a Mostra prossegue por uma semana, das 10 às 20h. Serão expostas 20 telas, algumas produzidas especialmente para os 105 anos, registrando elementos da vida rural e urbana. Haverá ainda 08 giclées - impressões de alta definição de uma pintura.

Somente depois de ter realizado exposição em 13 países, totalizando mais de 20 Mostras pela Europa, América do Norte e Ásia, é que Henry recebeu um convite da Casa da Cultura para apresentar seu conjunto de obras no Clube Guaxupé, em 2002.  A segunda exposição foi na Cooxupé, em 2003, com apoio da Cargill. Em 2005, obras do artista inauguraram o espaço cultural do Teatro Municipal, onde ele retornou em 2014. No ano passado, Henry Vitor recebeu na cidade a comenda Dr. Juquita, pelos 50 anos dedicados à Arte e pela divulgação de Guaxupé no país e exterior.

Tempos de bom tempo

Entre os trabalhos diferenciados e de grande repercussão estão dois painéis criados para o Banespa em São Paulo, nas agências bancárias dos bairros Santana e Jardim Paulista. “Foram leituras históricas do século 18 até os dias atuais”, informa Henry.

Projetos especiais de arte para a Agroceres e Cargill, catálogos, calendários, ilustrações de livros, capa de CD, diversos cartões de Natal (Unicef, AACD), entre outros tantos trabalhos fazem parte desses 50 anos de dedicação à Arte.

Essa grande safra de obras, em que predominam a poética visual da vida no campo, pode ser resumida em “terras de mil terras”.

Em Guaxupé, a Mostra “Cantos do meu canto” fará uma retrospectiva desses “tempos de bom tempo”, mostrando os “Tempos de Ontem”, de hoje e amanhã. 

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados