Guaxupé, sexta-feira, 14 de dezembro de 2018
Você está em: Notícias / Cultura / Tramas & Dramas completa 10 anos, inaugura Centro Cultural e realiza o 5º Festival
sábado, 16 de abril de 2016

Tramas & Dramas completa 10 anos, inaugura Centro Cultural e realiza o 5º Festival

Equipe no espetáculo “Moço, me dá um livro”, de 2015. Foto: Viola Júnior.
Equipe no espetáculo “Moço, me dá um livro”, de 2015. Foto: Viola Júnior.
“Fazer teatro longe dos grandes centros não é nada fácil, mas também não é impossível”, definiu a diretora teatral e atriz Vanessa Marques, que está em contagem regressiva para o 5º Festival Nacional Tramas & Dramas, de 20 a 24 de abril. Uma das novidades desta edição é que sete das oito peças serão apresentadas no Teatro Municipal Arlete Souza Mendes, enquanto no Centro Cultural Dona Rosa, recém-inaugurado, vão acontecer oficinas, sarau e um cortejo.

A abertura do Festival, com a peça “Enquanto a Chuva não Vem”, é a 12ª produção do Tramas& Dramas em dez anos e mostra relacionamentos familiares, com reflexões sobre a sociedade contemporânea. Foi escrita e dirigida por Juliano Canal para cinco atores,preparados por Morgana Rodrigues. De Porto Alegre, Juliano e Morganaintegramo Teatro Nó Cego e vão encenar“Antes que a Cortine se Feche”, na sexta-feira, 22.Neste dia, eles terão uma Tenda da Poesia na Avenida, de 10 às 15h.

Outro representante nacional é o Novos Fulanos Grupo Teatral, de São Paulo, com “Você também pode dar um defuntinho legal”.

No âmbito regional, o Festival conta com o Grupo Máscara, de Guaranésia, levandoFlictspara uma apresentação aberta na Avenida. A Cia. Fundo de Coxia, de Muzambinho, encerra o evento com “O Santo e a Porca”. O Passarim reapresenta dois infantojuvenis: “Bolo pra Festa no Céu” e a mensagem ambiental de “FeliZberto o Profeta”. O Dramas& Tramas ainda retoma a comédia “O Beijo”.

O 5º Festival, que no seu percurso já recebeu mais de 50 grupos teatrais de Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul, homenageia este ano o professor José Raimundo Borges, o primeiro diretor teatral de Vanessa Marques e Ernani Sastre. Neste décimo aniversário do Grupo é também oportuno lembrar a primeira atriz e fundadora do Tramas, Arlete Mendes, que faleceu em 2013.

Centro Cultural e contribuição solidária

O Centro Cultural Dona Rosa nasceu da necessidade de um grupo de artistas locais que não tinha um espaço para realizar ensaios, aulas e oficinas. O nome do espaço é uma homenagem a Rosa Marques, mãe de Vanessa, que foi até 2001uma grande agitadora e produtora cultural, além de voluntária em diversas obras sociais.

O Centro Cultural Dona Rosa pretende reunir, cada vez mais, artistas nos segmentos de artes cênicas e artes visuais, como o Tramas& Dramas, Passarim e o fotógrafo Viola Júnior, para cursos, grupos de estudo e apresentações diversas. Localizado no Centro, na rua Norberto do Valle, 204, possui uma sala multiuso para aulas, oficinas e um “teatro de bolso”, com coxias e espaço para 45 pessoas sentadas,  entre outros ambientes.

Para participar das oficinas de teatro, o valor da inscrição é R$ 40,00. As peças vão manter o formato do ano passado. É uma contribuição consciente e solidária: “Pague Quanto Puder”. A arrecadação será repassada para os grupos participantes.
 
Peças e premiações:

As doze produções do Grupo de Teatro Tramas & Dramas em dez anos de atuação. O Defunto – 2006. O Casarão Amarelo – 2009. Genaro e Dora, de2011, teve sete premiações: Melhor Cenário, Maquiagem e Trilha Sonora no II Mostre – Mostra de Teatro de Rio Espera, 2012; Melhor Direção, XIII Face – Festival de Artes Cênicas de Conselheiro Lafaiete, 2013. Zumbi No Sertão de Jacuí – 2012, no Centenário de Guaxupé. Histórias D’OrumAiê – 2012. A Estrela e o Deus Menino – 2013. Folia na Rua – 2014. Folia de Natal – 2014. Beijos, de 2015, conquistou até agora quatro prêmios:Melhor figurino, Maquiagem no XV Face – Festival de Artes Cênicas de Conselheiro Lafaiete, 2015;Melhor Ator Coadjuvante para Pedro Simões e Melhor Atriz – Vanessa Marques no Festival de Teatro de Rua de Muzambinho, 2016. Outras peças: Já Te Conto – 2015. Moço, Me Dá Um Livro? – 2015 e Enquanto A Chuva Não Vem – 2016.
 

Confira a Galeria de Fotos

Equipe no espetáculo “Moço, me dá um livro”, de 2015. Foto: Viola Júnior. Ensaio no “Teatro de Bolso” do Centro Cultural

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados