Guaxupé, terça-feira, 18 de dezembro de 2018
Você está em: Notícias / Cidade / Combate ao incêndio na Nova Floresta continua
terça-feira, 31 de julho de 2018

Combate ao incêndio na Nova Floresta continua

O comandante do Pelotão de Bombeiros Militares de Guaxupé, Tenente Josué Pereira, concedeu uma entrevista coletiva de imprensa, na última segunda-feira, 30 de julho, para falar do um incêndio que está destruindo parte de uma mata localizada na Fazenda Nova Floresta.
 
Conforme explicou o militar, a corporação, além do combate a incêndios florestais, também realiza vários serviços, dentre eles, salvamento veicular com ambulância, salvamento e captura de animais, salvamento de pessoas soterradas ou em condições aquáticas e os serviços de prevenção na ocorrência de sinistros.
 
Segundo o Tenente, o combate a incêndios florestais é uma das mais difíceis missões, até mesmo pelas condições de vegetação fechada, com cipós, espinhos, locais com declives acentuados que dificultam o trabalho no combate às chamas.
 
Com relação ao sinistro que teve início na tarde do domingo, dia 22, na Fazenda Nova Floresta, o Tenente Josué explicou que um incêndio num determinado ponto da mata, havia sido debelado pelos bombeiros. Na manhã do dia seguinte os militares retornaram ao local, ocasião em que foi confirmado de que não havia focos de incêndio.
 
 Na terça-feira, 24, iniciou-se outro foco incendiário, porém em local distinto do primeiro, ou seja, na outra extremidade da mata. Acontece que naquele dia a temperatura estava elevada, com ocorrência de ventos fortes, aliado ao clima seco, o que propiciou que as chamas se propagassem com violência, apesar da atuação dos bombeiros.
 
Como as chamas estavam se espalhando rapidamente e o local era de difícil acesso, o comando dos bombeiros local suspendeu as folgas dos militares e também solicitou reforço de outras guarnições, no que foi prontamente atendido. A Prefeitura Municipal também disponibilizou um caminhão-pipa, além de água potável e alimentação para os que estavam atuando no combate ao fogo.
 
A Cooxupé disponibilizou brigadistas, equipamentos de segurança e ferramentas. A administração da Fazenda também disponibilizou pessoal e equipamento. Desta forma foi organizada uma força-tarefa sob o comando do Tenente Josué Pereira.
 
Desde a última quarta-feira, 25, cerca de 60 homens, entre civis e militares, estavam atuando no combate às chamas, porém até na noite de 30 de julho o incêndio ainda não havia sido totalmente controlado.
 
Apesar dos esforços concentrados na Fazenda Nova Floresta, diariamente o pelotão local vem atendendo uma média de 10 ocorrências diárias e durante a semana passada também teve que atuar em mais dois incêndios florestais de grandes proporções, um no município de Juruaia e outro no de Guaranésia, porém ambos foram debelados.
 
Como as aeronaves do Grupamento Aéreo dos Bombeiros Militares do Estado de Minas Gerais se encontravam em manutenção, não foi possível a atuação das mesmas no incêndio local.
Dos 390 hectares de mata, cerca de 108 já tinham sido atingidos pelas chamas. Em alguns pontos o fogo devorou a camada morta rasteira, em outros, parte dos arbustos, cipós e troncos secos caídos foram queimados, em outros locais algumas árvores foram chamuscadas.
 
A suspeita dos militares é de que os dois focos de incêndio tenha origem criminosa, tendo em vista a grande distância entre o primeiro e o segundo.
 
Segundo o policial reformado, Tenente Márcio Nunes Teófilo, que também estava presente na coletiva, a administração municipal disponibilizou tudo que foi solicitado para a realização da força-tarefa.
 
Como na noite de segunda para terça-feira ocorreu uma chuva leve, diminuiu a intensidade das chamas, porém os bombeiros continuam atuando no local.

Confira a Galeria de Fotos

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados