Guaxupé, segunda-feira, 22 de maio de 2017
Você está em: Notícias / Cidade / Quatro dicas para comemorar o Dia da Cachaça Mineira
quinta-feira, 18 de maio de 2017

Quatro dicas para comemorar o Dia da Cachaça Mineira

21 de maio marca o início da safra da cana-de-açúcar em Minas Gerais
No dia 21 de maio é comemorado o Dia da Cachaça Mineira e os produtores de Minas Gerais têm muito a celebrar. O estado é especialista na produção da cachaça artesanal, sendo o maior produtor do país com cerca de 9 mil alambiques e 600 marcas registradas no Ministério da Agricultura. Atualmente é responsável por 50% da produção de cachaça artesanal, participando com 240 milhões de litros anuais.
 
Um mercado grandioso. O faturamento do setor cachaceiro alcançou R$5,95 bilhões em 2013, quando foram produzidos 511,54 milhões de litros da bebida, de acordo com o Sistema de Controle da Produção de Bebidas da Receita Federal – SICOBE, responsável por controlar a produção das principais empresas formais do setor.
 
Já de acordo com o Instituto Brasileiro da Cachaça – IBRAC, são 40 mil produtores e 4 mil marcas de cachaça no mercado nacional, sendo que as micro-empresas representam 99% deste universo. O IBRAC estima que a capacidade instalada no Brasil é de 1,2 bilhões de litros/ano, sendo 70% cachaça industrial e 30% cachaça artesanal (alambique).
 
Segundo a Confraria Paulista da Cachaça há variadas opções de alta qualidade e extremamente complexas deste destilado tipicamente brasileiro, que contam com diversas camadas de aromas e sabores, capazes de agradar aos paladares mais exigentes.
 
O consumo é quase 5 vezes maior que o do whisky (348 milhões de litros) e da vodca (270 milhões de litros). A cachaça é a segunda bebida mais consumida no país, perdendo somente para a cerveja, que é uma bebida fermentada. Entre as bebidas destiladas, detém preferência absoluta entre os brasileiros.
 
Dados recentes divulgados pelo IBRAC apontam que houve aumento das exportações de Cachaça em 2016, que cresceram 4,62% em valor e 7,87% em volume, totalizando US$ 13,93 milhões e 8,3 milhões de litros.
 
Para comemorar essa data, confira quatro rótulos de deliciosas cachaças mineiras para serem degustadas pelos apreciadores: 
 
Entre os rótulos da região que são reconhecidos internacionalmente está a Cachaça Seleta, que há 40 anos no mercado é um desses produtos que se tornam inesquecíveis ao primeiro contato. Envelhecida em tonéis de umburana, planta conhecida por suas características curativas e digestivas, a Seleta tem um sabor potente que a torna perfeita como digestivo.
Preço: R$ 17,33 (120 ml) - www.lojaseleta.com.br
 
 Boazinha - Seu nome provém do hábito de seus consumidores de sempre pedirem “aquela boazinha”, no tempo em que ainda era vendida a granel. Os tonéis de envelhecimento de bálsamo conferem à Boazinha uma grande suavidade Graduação Alcoólica 42%.
 
Preço: R$ 39,00 – 1000L - - www.lojaseleta.com.br
 
Cachaça Boa Prosa Ouro – Vendida pela Cachaçaria Nacional  Premiada com a medalha Gran Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas, edição Brasil. Armazenada por 3 anos em tonéis de Amburana, uma típica madeira brasileira que proporciona um sabor marcante. Com graduação alcoólica de 39%.
 
Preço: R$ 36,00 - www.cachacarianacional.com.br/
 
Melicana - Aguardente Mel, feita com o puro mel de abelha fermentado e destilado. A madeira usada no seu envelhecimento é o carvalho que leva para a bebida notas de amêndoas, caramelo e seu autêntico amadeirado.
Preço: R$ 228,00 - www.cachacariamelicana.com.br

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados