Guaxupé, segunda-feira, 15 de outubro de 2018
Você está em: Notícias / Câmara / Vereadores aprovam um verdadeiro “plano de governo para 2019”
sexta-feira, 20 de julho de 2018

Vereadores aprovam um verdadeiro “plano de governo para 2019”

Francis alerta que cerca 800 famílias guaxupeanas estariam vivendo sobre extrema pobreza
O presidente da Câmara Municipal, Danilo Martins, convocou a quarta sessão extraordinária do presente exercício para apreciação e votação de 30 emendas apresentadas pelos vereadores ao projeto de lei que estabelece as Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2019, além de outras normas jurídicas. A sessão aconteceu na última quinta-feira, 19, às 19 h.
Das trinta emendas apresentadas, sete foram consideradas ilegais /inconstitucionais pela Comissão de Justiça e Redação.
 
Depois de aprovadas as emendas, as mesmas foram incorporadas ao projeto original e este, depois de remendado, foi submetido a segunda votação dos vereadores, sendo aprovado por unanimidade de votos.
 
Emendas
Foi aprovada de iniciativa da vereadora Luzia Angelini a partir de uma sugestão da ex-repórter deste jornal e advogada, Daniela Carvalhaes Pinto, que propõe a criação de uma Câmara de Conciliação e Mediação na cobrança de tributos municipais.
 
Francis Osmar apresentou uma emenda propondo a criação de plano de cargos e salários a todos os servidores municipais. Ele alega que atualmente somente algumas categorias têm este plano e que em função do princípio da “isonomia” todos os funcionários deveriam ter o benefício. O vereador também apresentou outra emenda a respeito de auxílios para todas as famílias do município que se encontrem em condição de extrema pobreza. A fundamentação dele é de que, por lei, estas famílias recebam o benefício oriundo parte do município, do Estado e parte do Governo Federal. Segundo Francis, em Guaxupé, no ano de 2013 existiam 400 famílias em condição de extrema pobreza, porém em 2018 são 800 e que destas, apenas 165 estão sendo amparadas com o fornecimento de cestas básicas e leite, porém ele esclarece que a deficiência na assistência não é exclusiva da Prefeitura e, sim, de todas as esferas públicas.
 
Complementando a fala de Francis, Jorginho declarou que esta é uma situação “preocupante” e que a administração municipal precisa “implementar políticas públicas” na tentativa de amenizar o sofrimento destas famílias.
 
Donizete Luciano apresentou uma emenda autorizando a aquisição de mais um aparelho de endoscopia, fundamentando que a procura por este tipo de exame médico é muito grande, que a aquisição de mais um aparelho reduzirá a fila de espera, amenizando o sofrimento dos pacientes.
 
Paulinho Beltrão apresentou várias emendas dentre elas um sistema de qualificação de mão de obra no setor calçadista. Segundo o vereador as grandes empresas têm como investir na profissionalização da mão de obra, porém os pequenos e médios produtores, que são a maioria, não dispõem de recursos para aperfeiçoamento da mão de obra, o que reflete na qualidade dos calçados produzidos. Ele também propôs a criação de uma passarela para pedestres sobre a Br. 491, para acesso ao loteamento denominado Polo da Moda.
 
Outra emenda apresentada por ele é para que seja construído um novo prédio para abrigar a creche da Vila Campanha. O vereador fundamenta que atualmente a creche estaria funcionando em uma casa adaptada; que a atual administração municipal teria desapropriado o campo de futebol popularmente conhecido por “Joaquinzão”, localizado na Vila Campanha, além de um terreno anexo e que neste local poderia ser edificado o novo prédio.

Francisco Timóteo apresentou várias emendas, dentre elas: construção de arquibancadas no campo de futebol do bairro Jardim Orminda, quadra de esportes no bairro Aroeira, cobertura da quadra de esportes já existente na Praça Sebastião Cruvinel, além de instalações sanitárias na mesma, construção de uma quadra de esportes ao lado do campo de futebol do Jardim Orminda, construção de uma quadra de malha no Ginásio Poliesportivo, ampliação do prédio onde se encontra instalado o PSF do bairro Aroeira, reforma e ampliação da Creche Serafina Stampone, inclusive com instalação sanitárias para pessoas do sexo masculino.
 
Ari Cardoso propôs a recuperação do alambrado e iluminação do campo de futebol do bairro Santa Cruz, instalação de sistema de iluminação e bancos na Praça Duque de Caxias, pavimentação das ruas do bairro Flor do Estado.
 
Lei de “Intenções orçamentárias”
Depois do projeto de lei ser remendado, o vereador Jorginho voltou a insistir que o que tinha sido aprovado é um verdadeiro plano de governo para o exercício de 2019, que a LDO precisa ser objetiva, inclusive estabelecendo a continuidade das atividades que já vêm sendo desenvolvidas.  (WF)

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados