Guaxupé, sexta-feira, 16 de novembro de 2018
Você está em: Notícias / Câmara / Iluminação dos trevos que deveria usar energia solar está usando energia da Cemig
quinta-feira, 24 de maio de 2018

Iluminação dos trevos que deveria usar energia solar está usando energia da Cemig

O vereador Jorge Batista Bento tomou conhecimento de que supostas irregularidades poderiam ter ocorrido no sistema de iluminação de três trevos de acesso à cidade.
 
Segundo o vereador, a Prefeitura teria supostamente contratado a empresa “Ricel Instalações Elétricas”, da cidade de Pouso Alegre-MG, para que postes com sistema de iluminação solar fossem instalados  nos mencionados trevos. Ele apurou que o sistema deveria captar a energia solar, transformá-la em energia elétrica, alimentando as redes da Cemig. Desta forma a empresa estatal mineira passaria a adquirir da Prefeitura a energia elétrica gerada no período diurno e fornecendo a energia elétrica no período noturno para acionamento das luminárias instaladas nos mesmos postes.
 
Para que o leitor entenda melhor, a Cemig e a Copasa adotam normatizações diferentes da ABNT, Associação Brasileira de Normas Técnicas.
 
Jorginho também obteve informações de que o projeto adotado nas instalações elétricas dos trevos não estava compatível com as utilizadas pela Cemig. Diante destas supostas “contradições” a empresa apesar de estar fornecendo energia para alimentar as luminárias não estaria adquirindo a que estaria sendo gerada pelas células fotovoltaicas.
 
Diante do problema ele teria solicitado informações da administração municipal através do ofício nº 06/2018. Jorginho menciona que, em 27 de fevereiro último, a procuradora geral do Município, Lisiane Cristina Durante, através do ofício nº 034/2018 – SAJ-PMG, teria lhe informado que a empresa Ricel já havia sido notificada extrajudicialmente para proceder a resolução dos ‘problemas técnicos’, e que apesar do sistema estar captando energia solar estaria utilizando energia da Cemig, proporcionando custos ao município e que a empresa também teria que ressarcir o erário público.
 
No último dia 16, através de oficio, Jorginho requereu que o executivo se posicionasse em relação ao caso, que fosse informado a respeito dos inversores de frequência não homologados e que fosse respondido se o problema já teria sido sanado definitivamente, com a substituição dos equipamentos.
 
Finalmente ele requereu que lhe fosse encaminhada cópia da documentação comprobatória quanto ao ressarcimento aos cofres públicos por parte da Ricel Instalações Elétricas referente aos gastos com o consumo de energia elétrica.
 
Resposta da Prefeitura
 
Lisiane se limitou em responder dizendo que o valor das obras para iluminação dos três trevos foi de R$ 1.962.479,97; que as empresas que participaram do processo licitatório foram: Icel Instalações Elétricas; SCS Construtora Siqueira Cardoso Eirelli; Freitas e Morais Construtora; RH Engenharia Ltda; que a empresa vencedora foi a Ricel, localizada à Rua Maestro Adhemar Campos, 400, sala 2, bairro Área 05 J. K, Pouso Alegre, Telefone (35) 3245-0560; que a iluminação, em razão de problemas técnicos, não foi operada mediante energia solar, no entanto, a empresa já foi notificada extrajudicialmente para ressarcir o município de Guaxupé quanto aos pagamentos de energia elétrica realizados junto à Cemig, que segundo informações da secretaria de Obras, o problema detectado já está em fase final de resolução; que o edital e o contrato preveem  prazo de garantia dos equipamentos e instalações de cinco anos.

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados