Guaxupé, domingo, 23 de setembro de 2018
Você está em: Notícias / Câmara / Assessor de gestão e planejamento da Prefeitura fala sobre da implantação da Guarda Municipal
terça-feira, 15 de maio de 2018

Assessor de gestão e planejamento da Prefeitura fala sobre da implantação da Guarda Municipal

Durante a realização da última sessão ordinária da Câmara Municipal, na segunda-feira, 14, o assessor de gestão e planejamento da Prefeitura, Capitão Márcio Nunes Teófilo, fez uso da tribuna popular daquela Casa Legislativa para discorrer a respeito de uma Guarda Municipal que a Prefeitura pretende implantar.
 
Segundo o policial reformado, algumas pessoas têm cobrado da administração municipal a implantação da chamada “Zona Azul”, no centro da cidade, permitindo um maior número de vagas de estacionamento. Ele mencionou que a implantação deste tipo de estacionamento rotativo só será possível após a municipalização do trânsito e para isto a administração municipal já teria encaminhado a documentação necessária a diversos órgãos das esferas estadual e federal.
 
Márcio informou que a partir da municipalização, a fiscalização do trânsito será feita através de um convênio com a Polícia Militar e que o valor das multas será revertido aos cofres municipais. A expectativa dele é de que no prazo de 90 dias o convênio possa ser concluído.
 
O assessor disse que a Defesa Civil ficará a cargo do ex-vereador, Sargento Edson Killian Bitencourt; que para a implantação da Guarda Municipal já teriam sido enviados documentos para as Forças Armadas Brasileiras; que a Polícia Federal já teria dado aval para a realização do concurso público e para posterior formação dos guardas municipais. Ele espera que dentro de 60 dias a Polícia Federal libere o uso de armas de fogo pelos guardas municipais.
 
Também foi declarado por ele de que surgiram questionamentos a respeito da corporação que a Prefeitura pretende implantar, porém que a mesma estaria respaldada pela lei federal nº 13.022; que em princípio seriam contratados 20 vigilantes e que no futuro este número possa chegar a 30.
 
O vereador Donizete Luciano questionou qual seria a faixa etária exigida dos candidatos, tendo ele respondido que seria a mesma exigida pela Polícia Militar do Estado de Minas Gerais e pela Polícia Federal, ou seja, de 18 a 35 anos de idade.
 
Paulinho Beltrão indagou se somente guaxupeanos poderiam se inscrever para prestar o concurso e quem iria proceder o curso de formação aos aspirantes, tendo como resposta do assessor de que qualquer cidadão brasileiro que se enquadre nas exigências poderá se inscrever e que a legislação brasileira não permite esta “exclusividade”; que o curso de formação será ministrado por uma empresa especializada especialmente contratada pela Prefeitura e que as aulas e provas de tiro serão realizadas pela Polícia Federal.
 
Baias do Parque de Exposições
Com relação à demolição das baias do Parque de Exposições Dr. Geraldo Souza Ribeiro ele informou que o Pelotão local dos Bombeiros Militares teria apresentado um laudo com a interdição das mesmas durante a realização de uma reunião do GGIM e que diante disto a administração municipal teria decidido pela demolição das mesmas. Afirmou que nas baias
estaria ocorrendo um alto índice de ocorrências envolvendo usuários de drogas ilícitas.
 
Coordenadoria MP
Embora Capitão Márcio não tenha mencionado quem teria feito os questionamentos a respeito de supostas irregularidades na implantação da corporação, o que se sabe é que em virtude de um pedido de investigação formulado por um grupo de empresários, a terceira promotoria de justiça da Comarca local e a Procuradoria de Justiça Especializada no Combate aos Crimes Praticados por Agentes Políticos Municipais, encaminharam os respectivos pedidos para a Coordenadoria de Constitucionalidade do Ministério Público do Estado de Minas Gerais para análise. A Coordenadoria ainda não se manifestou a respeito.

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados