Guaxupé, quarta-feira, 19 de dezembro de 2018
Você está em: Notícias / Artigos / Comprometimento e coerência
quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Comprometimento e coerência

Católico cara de pau...
 
Até quando o católico mediano e desinformado continuará zombando de Deus?
 
Depois de encerrada mais um festa bestial de carnaval, feita e patrocinada por quem se considera católico, a massa amorfa hiperlota a igreja para receber uma cinzinha na cabeça, durante a Missa de quarta-feira de cinzas. E fica lá com aquela cara de santinho, de santinha. O que é isso? Até quando?
 
O católico mediano e mal informado não vai a Missa para se arrepender dos pecados e se comprometer com o Evangelho! Ele vai lá tentando uma barganha com Deus! Vai lá tentar enganar a Deus e a si mesmo! Vai lá já pensando no carnaval do ano que vem!
 
Do mesmo modo, na Missa de Natal, o católico mediano e mal informado não pensa no significado do nascimento do Salvador, não faz de Jesus Cristo o seu Senhor, não se interessa em se comprometer com a Palavra de Deus, não se preocupa em fazer das Sagradas Escrituras sua norma de conduta e fé... No Natal, mais uma vez fazendo pose de santinho e santinha, o católico mediano já começa a pensar na farra da festa de fim de ano... Até quando?
 
A Igreja infelizmente ficou muito boa em ritos e decorebas, e muito falha em reflexão e evangelização profunda, chegando ao absurdo de ainda permitir que alguns padres trapalhões façam discursos permissivos, incentivando centenas de milhares de católicos medianos e desinformados a continuarem acreditando que não há nada de mais em participar das orgias e demais insanidades características das festinhas dos bacanais, e depois ir lá à igreja como se nada de mal tivesse acontecido, como se nenhum pecado tivessem cometido, como se a santidade de Deus não tivesse sido ofendida! Passam a perigosa ideia de um Deus cego e bocó.
 
Mas como existe trigo e não somente joio na plantação, esses trigos, ou seja, os cristãos lúcidos, sóbrios, assiduamente informados e comprometidos que existem, precisam continuar atuantes com força e coragem, denunciando e anunciando o que de fato é o ensinamento de Jesus Cristo, com a Bíblia na mão, sem nenhuma falsificação, nem malandragem, nem tergiversação. O ensinamento de Jesus Cristo é o que nos conduz à nossa salvação. Enquanto o católico mediano e desorientado não se inteirar disso, permanecerá edificando a própria condenação.
 
Estamos caminhando para a festa da Páscoa, a festa da Ressurreição de Jesus Cristo, fundamento maior da fé cristã, pois ao vencer a morte e aparecer aos discípulos, Cristo de fato demonstrou que Ele era o Messias, e não mais um profeta qualquer.
 
Páscoa significa passagem... São várias as passagens: Passagem da escravidão para a liberdade, das trevas para a luz, da morte para a vida. É o que sempre desejamos: que o católico mediano e alucinado passe da repetição para a reflexão, do distanciamento para o comprometimento, do entorpecimento para a lucidez, do rito vazio para a vivência diária da fé, da alienação para a salvação.
 
Olhe para Cruz! Compreenda de vez o que Cristo fez por todos nós! Enxergue o que Ele passou, o que sofreu! Sim, sinta vergonha e arrependa-se! Vá se confessar! Será mais uma chance para você e sua família se comprometerem com as realidades espirituais, com as coisas do Alto!
Faça da festa da Páscoa vindoura a oportunidade de se libertar da estupidez, das enganações e das tentações deste mundo!
 
No final deste ano, na festa de Natal, assimile e vivencie o significado da lembrança que a Igreja celebra sobre o nascimento do Filho de Deus!
 
Na passagem de 2018 para 2019, comporte-se como verdadeiro cristão! Fuja da embriagues e da alucinação!
 
E na época do carnaval de 2019, não ofenda novamente a santidade de Deus... Faça diferente! Não faça parte dessa festa dos deboches, das doenças e das mortes. Ao contrário, faça parte de retiros, onde a oração e a partilha são as inesgotáveis fontes de amor e alegria! Ou fique em casa mesmo, no aconchego do lar, cultivando ternura em família, através de encontros, encantos, diálogos, leituras, filmes, caminhadas. Seja criativo! Deus nos deu inteligência, e cada um de nós tem um talento especial para colocá-lo a serviço da edificação do Reino de Deus.
 
Cuide da sua Família! Viva uma vida genuinamente cristã, e poderás ver onde há de fato liberdade e felicidade...
 
“Vós sois meu asilo, das angústias me preservareis e me envolvereis na alegria de minha salvação.” (Salmo 31,7).

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados