Guaxupé, quarta-feira, 18 de julho de 2018
Você está em: Notícias / Artigos / O mais amado Cartunista do Brasil é entrevistado pelo colunista Rodrigo Ribeiro, do Correio Sudoeste
sexta-feira, 30 de junho de 2017

O mais amado Cartunista do Brasil é entrevistado pelo colunista Rodrigo Ribeiro, do Correio Sudoeste

Fotos: Divulgação
Fotos: Divulgação
Sim... Maurício de Sousa é o mais amado Cartunista do Brasil. Mas a sua magnífica arte não alcança somente os brasileiros... O mundo inteiro já conhece a Turma da Mônica! Historinhas muito divertidas e inteligentes que rompem barreiras... Atravessam gerações! Quem nunca leu um Gibi da Mônica, da Magali, do Cebolinha, do Cascão ou do Chico Bento? A história de vida desse nosso artista é fantástica, uma trajetória que nos revela a força de um sonho genuíno, o poder de influência da Família, a perseverança vencendo o desânimo, a sensibilidade como impulso criativo, a fé inabalável em Deus, o estilo de vida simples, a felicidade que tem como raízes a humildade... Aliás, outros detalhes dessa maravilhosa jornada estão contadas no livro biográfico que tem como título “Maurício: A História que não está no Gibi.” E tem mais... Tem muito mais... Maurício não é somente Cartunista; é também empreendedor, empresário visionário, que soube fazer da Parceria com diversas marcas e produtos uma extensão do seu imenso talento. E ele vai além: Filmes, Parque Temático, enfim... Falar de Maurício é falar de uma mente brilhante! Com exclusividade, Maurício de Sousa gentilmente cedeu entrevista ao nosso colunista, o psicólogo Rodrigo Fernando Ribeiro. Confira na íntegra as singelas e marcantes palavras do genial pai da Mônica e sua Turma.
 
1) Maurício, conte-nos o que mais marcou profundamente a sua alma daquilo que recebeu de ensinamento do Sr. Antônio e da Sra. Petronilha, seu pai e sua mãe.
Meu pai Antonio era poeta, escritor, pintor, radialista, compositor, cronista de jornal e barbeiro. Minha mãe, Dona Petronilha, era poetisa e letrista de música.  Eles me deram todo apoio para o que eu mais demonstrava gostar, que era ler e escrever, depois desenhar. Assim aqui estou com meus 81 anos e feliz!
 
2) E da vida? O que mais a vida te ensinou de melhor e mais proveitoso?
Que um dia só é bom quando se tem um novo sonho para realizar.
 
3) Você acredita em Deus? Se sim, que lugar Deus ocupa na sua vida?
Sou católico, e vejo Deus em todas as coisas boas do mundo. Principalmente num sorriso de criança...
 
4) O que significa para você ter conseguido mergulhar no mundo da criança?
Quando comecei a publicar no jornal Folha da Tarde, do grupo Folha da Manhã, pensava no público adulto que lia o jornal. Mas como criei personagens crianças, acabei conquistando os filhos desses leitores de uma forma que comecei a ser guiado por eles. Não poderia ser melhor.
 
5) A repetição é inimiga da criação ou ambas podem ser conciliadas?
A criação só é boa quando realmente consegue fazer da repetição algo novo. Meus personagens têm características fortes, e que já estão na cabeça de quem lê as historinhas. Mas sempre há algo diferente para manter tantos leitores por mais de 57 anos. Não é?
 
6) Que valor tem para você a palavra esperança?
Aprendi em minha vida que ter esperança é acreditar que se pode fazer melhor mais adiante.
 
7) “Os quadrinhos atravessam barreiras” (frase sua). Maurício, o que o personagem Horácio tem a contribuir para a melhoria das relações interpessoais?
 
Quando digo que os quadrinhos atravessam barreiras é porque com um personagem atemporal, pré-histórico, como o Horácio, por exemplo, podemos chamar a atenção do ser humano de hoje para a necessidade e possibilidade de mantermos nosso mundo em harmonia. Muita gente deve ter captado essa mensagem nas nossas historinhas.
 
8) Deixe uma mensagem final aos leitores que tanto são gratos pela sua existência de cartunista e empresário...
Esses leitores que sempre me acompanharam por gerações me alimentaram com suas energias para eu poder continuar meu caminho. Hoje sei que nossos personagens fazem parte da família de milhares de brasileirinhos e de leitores de outras partes do mundo onde chegamos. Obrigado a todos!

Confira a Galeria de Fotos

Fotos: Divulgação Fotos: Divulgação Fotos: Divulgação Fotos: Divulgação Fotos: Divulgação Fotos: Divulgação

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados