Guaxupé, quarta-feira, 19 de dezembro de 2018
Você está em: Acontece / Televisão / Se agradar, “A Cara do Pai” entra na programação da Globo no ano que vem
sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Se agradar, “A Cara do Pai” entra na programação da Globo no ano que vem

Nova série de comédia da emissora reunirá Leandro Hassum e sua filha Pietra Hassum no elenco, mas não como pai e filha
Pietra Hassum e Mel Maia, as filhas de Leandro Hassum na vida real e na ficção / Estevam Avellar-RG
Pietra Hassum e Mel Maia, as filhas de Leandro Hassum na vida real e na ficção / Estevam Avellar-RG
Já é de praxe a Globo preparar novas atrações e exibi-las em dezembro como parte das comemorações de final de ano da emissora e, como sempre, se cair no gosto do telespectador, pode entrar na grade fixa de programação.

Pai pagando mico na frente dos amigos. Aquela foto incrível que você pediu para ele tirar, mas na “hora H”, não rolou. Aquela viagem que era pra ser perfeita, mas dá tudo errado, e ainda assim é maravilhosa. Théo (Leandro Hassum) é aquele tipo de pai extrovertido, coração grande, mas que às vezes se enrola. Duda (Mel Maia) reclama, bufa, entra em casa batendo o pé, mas tem um orgulho danado de ser filha desse comediante que batalha para pagar as contas, dar conta dos compromissos e ainda ser o parceiro de todas as horas. Às vésperas da adolescência, ela enche os dias de Théo com as delícias da infância e as angústias e desafios da idade. Recém-divorciado, ele precisa mesmo de muito humor para encarar a nova realidade: voltar a morar com seu pai, Aldair (Walter Breda); encarar ainda a ex-mulher Sílvia (Alessandra Maestrini) desfilando por aí com seu novo-namorado-perfeito Ricardo (Thiago Rodrigues); e, de quebra, descobrir que será vizinho de porta da ex-namorada Joana (Cristiana Pompeo). 

Com direção-geral de Fabricio Mamberti e redação final de Daniel Adjafre, “A Cara do Pai” tem estreia na tarde deste domingo. A série nasceu de uma ideia original do escritor Paulo Cursino com o próprio Hassum, que já contou algumas histórias de pai e filha em seus shows de stand up, relatando casos do seu cotidiano com Pietra. Atriz, hoje com 17 anos, ela também estará na atração, como Alice, filha da ex-namorada de Théo, Joana. O elenco tem ainda Kaik Brum, como Ricardinho, colega de escola de Duda e filho de Ricardo.

“A pré-adolescência é uma fase difícil, em que a criança muda muito rápido. Uma hora aquele personagem é incrível e, de repente, já virou coisa de criança. Théo erra, mas sempre tentando acertar, e a filha sabe disso”, conta Leandro Hassum. A série vai mesclar as cenas do cotidiano dessa família com apresentações de stand up do comediante ficcional Théo, que, assim como o ator, também leva a realidade da vida para o humor nos palcos.

A vida de Théo basicamente existe entre os dias em que ele pega e deixa Duda na casa da mãe. E como os engarrafamentos se repetem, alguns dos momentos mais intensos dos dois são dentro do carro. É ali que pai e filha são obrigados a conversar um com o outro e as estranhezas, dificuldades de diálogo e os conflitos de expectativa versus realidade aparecem. “A relação dos dois é bem atrapalhada, mas sempre existe muito carinho. A Duda ajuda o Théo a acertar em tudo o que faz”, explica a intérprete Mel Maia.

“A Cara do Pai” é daquelas séries em que o cenário é quase um personagem. Boa parte das cenas vão se passar no apartamento de Théo, que mora com o pai Aldair em Copacabana. Para representar esse lugar, foi escolhida uma fachada e uma recepção de prédios reais do bairro carioca. No estúdio, apenas as áreas internas do apartamento dos protagonistas, além do apartamento de Joana, a vizinha da frente. “Nós usamos o máximo que conseguimos de locação mesmo, da sorveteria e loja de uniformes, ao teatro. Além de ser mais dinâmico, dá mais realidade às cenas”, explica o diretor Fabrício Mamberti.

No figurino, a ideia é ser leve e despojado, como o bairro onde os personagens principais vivem. “Copacabana é uma fonte inesgotável de tipos e personagens. O figurino marca bem o desenho das personagens, mas sem roubar a cena”, explica a figurinista Mariana Sued.

O visual do elenco infanto-juvenil é destaque. Aos 10 anos, Duda vai ter um look meio moleca, mas prático, típico de uma garota bem ativa e com atitude forte. Já Alice traz a mistura de uma adolescente romântica e, ao mesmo tempo, radical, mesclando peças florais e leves com outras mais pesadas, com referências de rock, etc. Como nos adultos, a inspiração foram meninas da mesma idade da Zona Sul carioca.

A caracterização segue a mesma linha realista do figurino. Das mulheres da trama, apenas Sílvia, a ex-mulher de Théo, terá o visual um pouco mais sofisticado, com corte de cabelo moderno e cílios postiços. “Quisemos marcar bem a diferença entre ela e a Joana, por terem personalidades muito distintas. Para essa personagem, que é totalmente zen, o cabelo e a maquiagem são o mais natural possível”, conta o caracterizador Ancelmo Saffi, se referindo ao papel de Cristiana Pompeo. Entre as meninas, Duda irá ousar nas unhas, que poderão estar pintadas de cores vivas, como rosa e amarelo, ou até as duas de uma vez só. Já Alice ganhou duas mechas azuis no cabelo para marcar sua personalidade rebelde.  
 
Quem é quem?!
 

Théo (Leandro Hassum) – Comediante de stand-up, equilibra a instabilidade e as dificuldades da profissão enquanto faz de tudo para ser um pai presente para a filha, a pré-adolescente Duda (Mel Maia).
 
Duda (Mel Maia) – Filha única de Théo (Leandro Hassum),faz parte da geração de crianças extremamente seguras, inteligentes e muitas vezes mais maduras que os próprios pais. Ela se dá bem com o pai.
 
Sílvia (Alessandra Maestrini) – Ex-mulher de Théo (Leandro Hassum), a mãe de Duda (Mel Maia) é uma mãe dedicada, que não perdoa os deslizes do ex-marido. Todas às vezes em que ele vai buscar a filha, os dois acabam se desentendendo sobre alguma questão relacionada à criação da menina.
 
Joana (Cristiana Pompeo) – Ex-namorada e vizinha de porta de Théo (Leandro Hassum), mora com a filha adolescente, Alice (Pietra Hassum). Inteligente, temperamental e explosiva, ela também é separada.
 
Alice (Pietra Hassum) – Filha de Joana (Cristiana Pompeo), tem 15 anos e é uma jovem bonita, um tanto tímida, e que se porta como uma adolescente típica: eventualmente confrontando e questionando as decisões da mãe.
 
Aldair (Walter Breda) – Aposentado, o pai de Théo (Leandro Hassum) continua ativo. Mal humorado, chega a ser engraçado com o seu jeitão.
 
Ricardo (Thiago Rodrigues) – Também separado, é o novo namorado de Sílvia (Alessandra Maestrini). Médico bem-sucedido, ele tem uma perfeição irritante, especialmente para Théo (Leandro Hassum), que compete com ele o tempo todo.
 
Ricardinho (Kaik Brum) – Colega de escola de Duda (Mel Maia), é filho de Ricardo (Thiago Rodrigues). Assim como o pai, é o filho perfeito.
 
Gilmar (Alexandre Lino) – Porteiro do prédio de Théo (Leandro Hassum).
 
 

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados