Guaxupé, terça-feira, 20 de novembro de 2018
Você está em: Acontece / Saúde / Nada de frescura: enjoo na estrada está relacionado a reflexo do organismo
sexta-feira, 27 de abril de 2018

Nada de frescura: enjoo na estrada está relacionado a reflexo do organismo

O balanço e as curvas das estradas são a combinação perfeita para desencadear enjoos em algumas pessoas. O mal estar sentido, que interrompe qualquer viagem tranquila, não é frescura. De acordo com o neurologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Tiago Sowmy, esse incômodo tem relação com as funções cerebrais.

A resposta dada pelo corpo ocorre devido a um conflito de informações no cérebro, que não compreende os estímulos provenientes de diferentes sistemas do organismo. Segundo o médico, isso ocorre principalmente com quem está no banco do passageiro.

"O que acontece é que há um conflito entre o sistema vestibular, responsável pelo equilíbrio, o sistema visual e o sistema sensorial, pois se tem a impressão visual do movimento do carro, a sensação de repouso em relação ao carro, mas o labirinto recebe informações de movimento. Estas informações conflitantes geram os sintomas", explica.

Apesar do mal estar ser sentido no estômago, Sowmy desmitifica a relação da sensação com o órgão do sistema digestivo. "Esse reflexo independe do estômago. Ele ocorre no tronco encefálico, uma parte mais primitiva do cérebro. Esta região é estimulada por estar próxima aos sistemas de equilíbrio e sensorial. Quando um deles é sobrecarregado, ocorre o incômodo."

O problema, no entanto, pode ser atenuado ou extinto com o tempo. O neurologista esclarece que o corpo tem a capacidade de aprender a lidar com esse conflito de informação ocasionado durante as viagens de carro.

Além do aprendizado natural, há também tratamentos que amenizam os sintomas. "Além dos remédios, o tratamento mais efetivo é a fisioterapia vestibular, que é direcionada para esse tipo de sintoma", explica o médico.


COMPLEXO HOSPITALAR EDMUNDO VASCONCELOS

Localizado ao lado do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos atua em mais de 50 especialidades e conta com cerca de 1.000 médicos. Realiza aproximadamente 12 mil procedimentos cirúrgicos, 13 mil internações, 230 mil consultas ambulatoriais, 145 mil atendimentos de Pronto-Socorro e 1,45 milhão de exames por ano. Dentre os selos e certificações obtidos pela instituição, destaca-se a Acreditação Hospitalar Nível 3 - Excelência em Gestão, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) e o primeiro lugar no Prêmio Melhores Empresas para Trabalhar Saúde - Hospitais, conquistado em 2017.

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados