Guaxupé, quinta-feira, 21 de junho de 2018
Você está em: Acontece / Relembrando / Em 1986 ia ao ar “Anos Dourados”
sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Em 1986 ia ao ar “Anos Dourados”

A minissérie se passava na década de 1950 e marcou a estreia de Felipe Camargo na Rede Globo
Anos Dourados” foi uma minissérie da Rede Globo originalmente exibida de 05 a 30 de maio de 1986. Escrita por Gilberto Braga, a trama foi dirigida por Roberto Talma com supervisão de Daniel Filho e composta por 20 capítulos, exibidos às 22 horas.

No bairro carioca da Tijuca, no final da década de 1950, o amor dos jovens Lurdinha (Malu Mader) e Marcos (Felipe Camargo) tem de enfrentar diversos obstáculos para ficarem juntos, principalmente os de ordem moral, apresentados pelos conservadores pais de Lurdinha, Dr. Carneiro (Cláudio Corrêa e Castro) e Dona Celeste (Yara Amaral). A trama contava também o romance da desquitada Glória, mãe de Marcos - vivida por Betty Faria, com um homem casado, o Major Dornelles (José de Abreu), que era casado com Beatriz (Nívea Maria) um relacionamento fracassado, que vivia somente de aparências.

A minissérie também traçou um painel do momento político, histórico e cultural daquele período.

O título “Anos Dourados” foi ideia de Daniel Filho. Ele conta que havia um projeto da “Casa de Criação Janete Clair” para produzir minisséries sobre diferentes épocas da história do Brasil. Criada em 1985 o projeto tinha o objetivo de elaborar e selecionar roteiros para as produções da emissora. A partir dessa ideia, foi decidido que a década de 1950 ficaria com Gilberto Braga. Para a trama sobre os anos de 1960, Gianfrancesco Guarnieri foi o nome sugerido. No entanto, Guarnieri acabou se envolvendo em outros projetos da emissora, e a “Casa de Criação Janete Clair” fechou. Anos depois, Gilberto Braga escreveu a minissérie “Anos Rebeldes”, retratando o duro período de repressão do regime militar.

“Anos Dourados” marcou a estreia na Rede Globo de Felipe Camargo, que recebeu inúmeros elogios pelo seu trabalho como o doce e apaixonado Marcos. O desempenho como Lurdinha também rendeu elogios à atriz Malu Mader.

A minissérie foi reapresentada duas vezes: em outubro de 1988 e em agosto de 1990, no “Festival 25 Anos da Rede Globo”. Em 1990, a minissérie foi compactada e lançada em vídeo e, em 2003, ganhou uma versão em DVD, editada pelo próprio Gilberto Braga.

“Anos Dourados” foi vendida para mais de 20 países, entre eles Albânia, Canadá, Espanha, Estados Unidos, Inglaterra, Portugal, Turquia, Uruguai e Venezuela.

A trama também já foi exibida com sucesso no canal pago Viva.
 
 

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados