Guaxupé, terça-feira, 13 de novembro de 2018
Você está em: Acontece / Comportamento / Por que olhar para as relações familiares
terça-feira, 21 de agosto de 2018

Por que olhar para as relações familiares

Somos um conjunto de crenças e informação que recebemos desde que nascemos. Como explica a fisioterapeuta especializada em Microfisioterapia Fresia Sa, observar nossas relações familiares é fundamental para entender o que nos direciona na vida.
“Precisamos olhar para as relações familiares para entender de onde viemos e que cultura nos direciona na vida”, explica Fresia Sa, fisioterapeuta especializada em Microfisioterapia na Biointegral Saúde, de São Paulo. A Microfisioterapia é uma técnica que descobre e trata memórias gravadas nos tecidos corporais, que podem ter sido causadas por situações traumáticas ou mesmo por crenças enraizadas em nosso sistema familiar. Segundo Fresia, “essa observação do universo familiar é extremamente rica e pode nos dar informações relevantes sobre os nossos próprios sistemas de crenças, e pode nos ajudar a redirecionar escolhas e diretrizes de vida”.

Imagine que somos um conjunto de informações e “verdades” que recebemos desde que nascemos. Fresia explica que aconteceu o mesmo com nossos pais e com os pais deles e, assim, sucessivamente: “essas verdades e valores nos direcionam o pensamento e as escolhas de forma inconsciente, e reconhece-los pode nos trazer muito mais autonomia”. Nosso conjunto de crenças pode ser extremamente positivo ou totalmente limitante. Tudo vai depender do meio familiar em que nascemos e fomos educados.

No Brasil, por exemplo, temos realidades muito diversas – somos descendentes, por exemplo, de escravos, de refugiados, de imigrantes também fugidos de uma realidade de escassez. Fresia segue exemplificando: “muitos de nós, especialmente até a geração X, cresceram ouvindo que não se desperdiça comida e eram obrigados a ‘limpar o prato’. Não significa que devemos aderir ao desperdício, jamais, mas o exemplo é simples e ajuda a entender como o sistema de crenças nasce: “limpar o prato pode ser uma prática que causa ansiedade, dependência da comida e inclusive obesidade, e é derivado de uma crença limitante que talvez já não se aplique mais à realidade dos envolvidos”, lembra ela.

Por isso, para a especialista, entender seu background familiar é tão importante. Observar que tipo de educação você recebeu e de onde se originaram as “verdades” que você ouviu desde criança pode ser muito esclarecedor. Da mesma forma, entender suas relações familiares também ajuda a perceber o motivo de algumas das suas próprias escolhas: “se você vem de uma família que não aceita o divórcio, por exemplo, na qual nunca ninguém se divorciou, deve ser “natural” para você aceitar um relacionamento ruim, para perpetuar essa cultura familiar”.

Nossas crenças inconscientes são fortíssimas e nos orientam silenciosamente. Só indo a fundo e entendendo quais são e onde atuam, é possível quebrar determinados ciclos e começar a viver a sua própria verdade: “não é um processo fácil, porque mexe com informações profundas e que estão enraizadas exatamente pelo nosso sistema familiar. Descobrir quais são essas “verdades” e como as relações familiares nos movem é essencial para uma vida emocionalmente mais saudável”, finaliza Fresia Sa.

Mais informações:

Biointegral Saúde | www.biointegralsaude.com.br | contato@biointegralsaude.com.br

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados