Guaxupé, quarta-feira, 14 de novembro de 2018
Você está em: Acontece / Comportamento / Sugar Daddy revela os preconceitos que marcam o relacionamento sugar
sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Sugar Daddy revela os preconceitos que marcam o relacionamento sugar

Depoimento de um Sugar Daddy rebate os preconceitos envolvidos neste tipo de relação
Jairo eFernanda
Jairo eFernanda
É tempo de rever os preconceitos que ainda envolvem o relacionamento sugar. Por se tratar de um tipo de relação baseada na transparência e no alinhamento de expectativas entre o casal, formado por homens bem sucedidos e poderosos (Sugar Daddies) e jovens bonitas e ambiciosas (Sugar Babies), muita gente ainda classifica esta convivência como prostituição e, consequentemente, atribui às babies o status de garotas de programa. Jairo Winck Jr., empresário gaúcho, 45 anos, ex-membro da plataforma de relacionamento Meu Patrocínio, destaca alguns pontos que são distorcidos por aqueles que não vivenciaram e desconhecem a relação sugar:

As sugar babies são garotas de programa:
Conheci o Meu Patrocínio em 2016. Estava cansado de aventuras e procurei no site o perfil de uma parceira para a vida, uma companheira. Constatei que as meninas que estão lá, diferentemente do conceito de “garotas de programa”, são pessoas comuns, jovens, com família, que trabalham, estudam e têm uma existência normal, como qualquer garota da sua idade. Buscam por uma relação, querem criar vínculos emocionais com seus parceiros e não um simples “programa”. Preocupadas com o seu futuro, desejam uma vida melhor, alguém que as apoie nos estudos e na carreira. Muitas meninas que não estão no site fazem o mesmo, desconhecendo que também poderiam ser rotuladas como sugar babies.

Os relacionamentos são passageiros e só há interesse:
É natural que alguns usuários busquem apenas relacionamentos fugazes, mas, em sua maioria, os daddies também procuram por um amor, uma relação duradoura. Foi o meu caso. Existe o jogo da conquista, a paixão, o carinho e o amor no relacionamento sugar. Como qualquer outro, há o ritual, o empenho em seduzir o parceiro. Não é simplesmente uma relação de troca baseada em bens materiais, há muito sentimento envolvido. Qualquer relacionamento abrange o conceito sugar. Mesmo sem saber, sempre fui o provedor das minhas namoradas mais jovens e, para mim, isto é normal. Jamais as taxei como interesseiras por receberem o meu apoio emocional e financeiro. Não entendo o motivo de tanta discussão e preconceito. O Meu Patrocínio é uma rede de relacionamentos como outra qualquer.

Não há futuro neste tipo de relação:
Depois de sair com algumas babies, encontrei Fernanda, de 24 anos. Desde o início, fui cativado pelo seu jeito simples, caráter e postura. Foi um encantamento, sabia que tinha encontrado a parceira ideal. Depois de algum tempo, fui surpreendido com a notícia de uma gravidez. Secretamente, era um dos meus desejos com a nova relação. A felicidade superou o medo e Fernanda, natural de Criciúma (SC), mudou-se para Porto Alegre. Passamos a morar juntos em março de 2017. Quatro meses depois, em julho, chegou Catherine, a bebê que veio completar a minha alegria. Para os incrédulos, formei a família que sempre quis através da plataforma de relacionamento.

Sobre o Meu Patrocínio
O Meu Patrocínio é o primeiro e maior site de relacionamento para Sugar Babies e Sugar Daddies do Brasil. Criado em 2015, é hoje a rede social mais exclusiva e seleta do país. Bastante comum nos Estados Unidos e alguns países da Europa, o estilo de vida Sugar reúne homens e mulheres ricos e bem-sucedidos a jovens ambiciosos e atraentes para relacionamentos verdadeiros, sempre com transparência, acordos pré-estabelecidos, expectativas alinhadas e benefícios mútuos. Hoje, em sua base de dados, o site conta com mais de 600 mil cadastrados entre homens e mulheres.

www.meupatrocinio.com

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados