Guaxupé, segunda-feira, 19 de novembro de 2018
Você está em: Acontece / Comportamento / Casamento é uma oportunidade única de crescimento pessoal, dizem especialistas
quarta-feira, 6 de junho de 2018

Casamento é uma oportunidade única de crescimento pessoal, dizem especialistas

Você já parou para pensar por que as pessoas se casam? Por amor? Para serem felizes? Para formar uma família? Sim, todas essas respostas podem servir para explicar a união de duas pessoas. Entretanto, um dos objetivos essenciais do casamento passa despercebido da maioria dos casais: o casamento é uma das melhores formas de crescimento pessoal.
 
Segundo a psicóloga Marina Simas de Lima, terapeuta de casal, família e cofundadora do Instituto do Casal, quando duas pessoas decidem morar juntas são obrigadas a sair da zona de conforto. “Toda vez que você sai da sua zona de conforto, você cresce, amadurece, desenvolve habilidades. Ao casar ou morar junto com alguém, você abandona a segurança física e material da casa dos pais, por exemplo, e isso ajuda a desenvolver a autonomia, a independência que será útil em todos os aspectos da vida, não só dentro do casamento”.
 
“Em seguida você precisa se adaptar ao outro, afinal são duas pessoas criadas por famílias distintas, com valores e crenças que podem ser diferentes. O casal, principalmente nos anos iniciais do relacionamento, irá construir sua própria identidade, sua própria maneira de lidar com os revezes da vida. Portanto, o casamento é um excelente exercício de autodescoberta, de autoconhecimento e de resiliência. Um casamento focado no crescimento pessoal pode ser muito gratificante”, comenta Marina.
 
Além de sair da zona de conforto, outro aspecto que ajuda no crescimento pessoal é ter projetos em comum. Na pesquisa feita pelo Instituto do Casal, em 2016, sobre satisfação conjugal, 87% dos casais afirmaram que têm projetos em comum.
 
“Os projetos, os propósitos que o casal tem ajudam a fortalecer o vínculo e conectam o casal. Além disso, mostram a importância da união, do trabalho em equipe, do planejamento e da organização. Conceitos que também ajudam no crescimento pessoal e podem ser levados para a vida profissional, por exemplo”, reflete a psicóloga.
 
Casamento não é só sobre ser feliz
Embora alguns estudos sobre a felicidade revelaram que a maior fonte de satisfação com a vida está nos relacionamentos sociais, é preciso ter em mente que o casamento não é e nunca será uma fonte inesgotável de felicidade.
 
“Não estamos falando que a felicidade não deve estar presente na vida a dois, mas é preciso lembrar que é um sentimento que muda de acordo com as circunstâncias da vida. Assim, não pode ser a única base para construir um relacionamento forte e estável e nem o único motivo para se casar ou para permanecer casado”, comenta a psicóloga Denise Miranda de Figueiredo, terapeuta de casal, família e cofundadora do Instituto do Casal.
 
Vida a dois: um desafio diário
Segundo Denise, sair da zona de conforto leva a pessoa aos seus limites, expande suas capacidades como ser humano. “Mas, não é um processo fácil, pelo contrário, pode ser doloroso e desafiador. O casamento é um desafio na medida em que revela as limitações, expõe fraquezas, falhas e vulnerabilidades dos parceiros. O casamento pode ser comparado a uma espécie de espelho em que você verá coisas a seu respeito que pode não gostar”.
 
As especialistas lembram ainda que o casamento desafia o casal a lidar com a saúde e com a doença, com alegria e a tristeza, com a riqueza e pobreza, com os filhos, com a perda dos pais e outros membros da família, com o desemprego.
 
“O casal que consegue lidar com tudo isso, apoiado no companheirismo, na amizade, na parceria e no amor, apresenta uma evolução importante e, certamente, não será o mesmo casal que fez o juramento na beira do altar. Será um casal ainda melhor”, concluem Marina e Denise. 

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados