Guaxupé, domingo, 24 de setembro de 2017
Você está em: Acontece / Comportamento / Brasileiro se preocupa mais do que o resto do mundo com a tecnologia nas primeiras 24 horas das férias
quarta-feira, 19 de julho de 2017

Brasileiro se preocupa mais do que o resto do mundo com a tecnologia nas primeiras 24 horas das férias

Quando o assunto é decidir qual atividade fazer, tirar fotos para as redes sociais, conectar-se ao wifi e checar e-mails de trabalho pode acontecer antes dos aspectos mais tradicionais de férias, como se preocupar com a vista do quarto ou experimentar a c
As primeiras 24 horas das férias são muito importantes. Pensando nisso, a Booking.com, líder global em conectar pessoas com as hospedagens mais incríveis, conduziu uma pesquisa para investigar o que de fato acontece nessas primeiras 24 horas das férias. Mais de 18.000 pessoas de 25 países no mundo todo foram ouvidas e quase metade dos viajantes (46%) acredita que o primeiro dia define o clima do resto da viagem. No Brasil, este número foi um pouco superior, com cerca de 52% dos entrevistados no País dizendo que as primeiras horas podem significar o sucesso ou o fracasso da viagem.

Mas, como estas horas se desenrolam? Quais são as nossas principais prioridades durante o primeiro dia das férias? Será que as nossas preocupações e expectativas correspondem com a realidade? Confira alguns dos principais resultados desse levantamento da Booking.com:

Só compre um sorvete se isso render uma foto bacana nas suas redes sociais
Quando os participantes de todo o mundo responderam sobre as principais atividades que eles querem fazer no primeiro dia de férias, os resultados mostram a interessante figura do viajante do século XXI. A maioria dos fatores mais tradicionais de uma viagem como desfazer as malas (63%), explorar a acomodação (60%) e começar a planejar as atividades dos próximos dias (53%) aparecem como as 3 principais atividades do viajante global.

Já entre os brasileiros, as principais prioridades são: aproveitar a acomodação onde estão hospedados (55%), desfazer as malas (53%) e experimentar as guloseimas locais (52%).

No entanto, a pesquisa também mostra o quanto as atividades de férias são diferenciadas e voltadas à tecnologia hoje em dia se comparadas às férias do passado. No Brasil, a prioridade com a tecnologia ficou ainda mais evidente: 43% dos brasileiros disseram que, antes de qualquer coisa, eles preferem tirar fotos e postar nas redes sociais assim que chegam a seu destino de férias. Na média global, este número ficou em 27%, o que demonstra o apetite tecnológico do brasileiro mesmo em momentos de lazer.

A casa perfeita fora de casa
Nas primeiras 24 horas das férias, as atividades que envolvem a acomodação estão no topo da lista de prioridades dos viajantes. Para os brasileiros, por exemplo, ao chegar no hotel, a primeira prioridade é saber como é o café da manhã (49%), seguido da preocupação em se obter um bom sinal de Wi-Fi (48%) e testar a qualidade da cama (46%).

Aqui também fica evidente a preocupação do brasileiro com a tecnologia. Para apenas 32% dos turistas mundiais entrevistados o Wi-Fi é algo importante ao fazer check-in em uma acomodação.

Pepijn Rijvers, Diretor de Marketing da Booking.com disse: “A viagem de férias é aquele momento em que podemos ir a novos lugares, vivenciar novas experiências e sair da rotina. As expectativas ao seu redor costumam ser altas e, com tanto para ver e fazer, muitas coisas acontecem nas primeiras 24 horas. Nossa missão na Booking.com é empoderar pessoas a vivenciar o mundo, e isso inclui garantir que estas primeiras horas das férias correspondam, ou excedam essas expectativas. A acomodação é um dos componentes para qualquer viagem de férias, portanto, onde quer que você queira estar, seja conectado ao Wi-Fi, saboreando um café da manhã incrível ou simplesmente admirando uma vista deslumbrante, nós vamos encontrar a hospedagem perfeita para você, além de desenvolver as melhores soluções tecnológicas para que você possa explorar o seu destino facilmente, desde o começo da viagem.”

Pesquisa encomendada pela Booking.com e realizada de maneira independente entre uma amostra nacional representativa, fornecida pela Research Now. No total, 18.496 participantes foram entrevistados (mais de 1.000 pessoas do Reino Unido, Estados Unidos, Brasil, China, Alemanha, Itália, Espanha, França, Índia e Rússia e mais de 500 pessoas da Austrália, Argentina, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Hong Kong, Croácia, Indonésia, Japão, México, Países Baixos, Nova Zelândia, Suécia, Tailândia e Taiwan). Os participantes responderam uma pesquisa on-line entre 27 de abril e 15 de maio de 2017.

Sobre a Booking.com:
A Booking.com é a líder mundial em reservas on-line de hotéis e outros tipos de acomodações. Ela garante os melhores preços para qualquer tipo de acomodação – desde as pequenas até as de luxo de 5 estrelas. Os hóspedes podem acessar o site da Booking.com a qualquer momento, de computadores, celulares e tablets, sem precisar pagar taxas de reserva – nunca. O site da Booking.com está disponível em 40 idiomas, oferece mais de 1,3 milhão de hotéis e acomodações; além disso, tem uma cobertura de mais de 110 mil destinos em 227 países e territórios no mundo inteiro. Diariamente, mais de 1,4 milhão de quartos são reservados por meio da plataforma, atraindo visitantes tanto para viagens de lazer quanto de negócios sem necessidade de pagamento de taxas de reserva e com a garantia do melhor preço. Com mais de 20 anos de experiência e uma equipe de mais de 15 mil funcionários dedicados em 199 escritórios em 70 países ao redor do mundo. A Booking.com opera seu próprio Serviço de Apoio ao Cliente, disponível 24 horas por dia para dar assistência aos hóspedes em 43 idiomas, garantindo uma experiência excepcional enquanto clientes.

Fundada em 1996, a Booking.com B.V. é proprietária e opera a Booking.com®, e faz parte do The Priceline Group (NASDAQ: PCLN). Siga-nos no Twitter e no Instagram, curta nossa página no Facebook, ou saiba mais em http://www.booking.com.

Comente, compartilhe!

© Copyright 2014 - Todos os direitos reservados